Benfica Olímpico / Rio 2016 / Qualificados



Telma Monteiro

Telma Monteiro

  • É unanimemente considerada a melhor judoca lusa de sempre, devido ao seu vasto palmarés. Compete desde 2008 na categoria de -57 kg, anteriormente competia em -52 kg, venceu já por cinco vezes o Europeu, tendo também conquistado quatro medalhas de Prata nos Mundiais. Soma ainda 13 medalhas de Ouro em Taças do Mundo, Taças da Europa, Grand Prix e Grand Slam. Em 2015 conquistou o Ouro no Europeu de Judo em Baku. Em termos olímpicos procura no Brasil atingir a tão ambicionada medalha, algo que lhe fugiu em Atenas, Pequim e Londres.

Célio Dias

Célio Dias

  • O judoca da categoria de -90 kg conta com alguns lugares de relevo como o 7.º lugar no Mundial de 2013 no Rio de Janeiro, o 1.º lugar na Taça da Europa de Málaga ou o 9.º lugar no Europeu de Sub-23. Em 2014 conquistou o Bronze no Open de Lisboa e em 2015 assegurou o Bronze no Grand Slam de Paris.

Nuno Saraiva

Nuno Saraiva

  • O atleta, que compete na categoria -73 kg, conservou o lugar de quota continental, alcançado com o 3.º lugar no Grand Prix de Samsun, na Turquia. Nuno Saraiva aproveitou a repescagem e suplantou o gaulês Guillaume Chaine na luta pelo Bronze, subindo assim ao pódio. Em 2015 venceu o Open de Casablanca.


João Pereira

João Pereira

  • João Pereira vai estrear-se nuns Jogos Olímpicos e a expectativa é grande. Em 2014 foi o 5.º classificado do Mundial (WTS), graças aos excelentes resultados nas oito etapas do circuito, com destaque para a Prata em Chicago e o Bronze em Londres. Em 2015 terminou o ano como 8.º melhor atleta do ranking mundial, depois de vencer a etapa da Taça do Mundo de Alanya, Turquia, e do 8.º lugar nos Jogos Europeus 2015 em Baku, Azerbaijão. O triatleta conquistou em 2016 o 3.º lugar na Taça do Mundo, em Mooloolaba, na Austrália.

João Silva

João Silva

  • Em Londres 2012 terminou no 9.º lugar, a melhor classificação masculina alcançada por um português em Jogos Olímpicos. Em 2015 na 1.ª etapa do Mundial (WTS), em Abu Dhabi, conquistou o 4.º lugar. No mesmo ano entrou para a história ao conquistar a medalha de Prata na edição inaugural dos Jogos Europeus realizados em Baku, Azerbaijão. João Silva realizou uma prova fantástica e terminou a escassos 11 segundos do 1.º lugar. Em 2011 tornou-se o primeiro triatleta masculino luso a conquistar uma vitória no Mundial.

Miguel Arraiolos

Miguel Arraiolos

  • É o mais recente valor do Triatlo luso a procurar a ribalta internacional. Miguel Arraiolos deu há dois anos um enorme salto na tabela mundial: de 63.º em 2013 para 37.º em 2014. Em Yokohama (Japão), na última prova de apuramento olímpico de 2016, foi 46.º e conseguiu a vaga com o 54.º lugar do ranking.


Teresa portela

Teresa Portela

  • Teresa Portela foi a única canoísta portuguesa a competir em três provas nos Jogos Olímpicos em 2012: K1 200 m, K1 500 m e K4 500 m. Foi considerada a 3.ª melhor canoísta mundial em 2010 e 4.ª em 2011 e conquistou o Ouro em K1 200 m na Taça do Mundo na República Checa. No ciclo olímpico para o Rio de Janeiro conta com uma medalha de Bronze no Europeu de Montemor-o-Velho 2013 em K1 200 m. Em 2014 conquistou duas medalhas de Bronze, uma na Taça do Mundo em Szeged, na Hungria, em K1 500 m e outra no Europeu, em K1 200 m.

João Ribeiro

João Ribeiro

  • O canoísta deixou boas indicações para os Jogos Olímpicos ao subir, recentemente, aos lugares cimeiros na Taça do Mundo de Montemor-o-Velho em K2 500 e 1000 m. Apesar de ainda jovem, conta com um currículo impressionante, onde o ponto alto foi o título mundial em K2 500 m, conquistado ao lado de Emanuel Silva, em 2013, para além do vice-campeonato do mundo de K4 1000 m, conquistado em 2014, na Rússia, em Moscovo. A estes títulos soma outros, como os títulos europeus em K2 500 m ou em K4 1000 m e foi 20 vezes Campeão Nacional.

Atletismo Femininos


Vanessa Fernandes

  • Vanessa Fernandes será suplente na Maratona no Rio de Janeiro, após ter conseguido os mínimos olímpicos em Valência, com o tempo de 2h31m26s. A atleta que conquistou a medalha de Prata no Triatlo em Pequim 2008 regressa ao maior certame desportivo mundial, onde será suplente de Dulce Félix, Sara Moreira e Jéssica Augusto.

Dulce Felix

Dulce Félix

  • Um grande valor do Atletismo luso. A recordista nacional da Meia-Maratona fez a sua estreia nos Jogos Olímpicos de Londres. O título europeu nos 10.000 metros em Helsínquia em 2012 e a Prata nos Europeus de Corta-Mato (2011 e 2012) são marcos na sua carreira, que ficou enriquecida com a recente Prata no Europeu de Amesterdão nos 10.000 metros. Na Maratona conta com 2h25m15s como recorde pessoal alcançado no 8.º lugar em Londres’2015. Destaque ainda para o 2.º lugar em Viena’2011 (2h26m20s), o 4.º em Nova Iorque’2011 (2h25m40s).

Susana Costa

Susana Costa

  • A atleta foi, recentemente, a grande vencedora na prova do Triplo Salto no Meeting do Benfica, com um salto de 14,15 m, confirmando os mínimos para os Jogos Olímpicos. É uma das principais saltadoras lusas, já foi recordista nacional e destacou-se no Europeu de 2014, onde foi oitava na final, em Zurique.

Marta Pen

Marta Pen

  • A marca de 4m06s54 nos 1500 metros alcançada em Barcelona garantiu a Marta Pen a sua estreia nos Jogos Olímpicos. A jovem tem evoluído na carreira e em 2015 venceu o Campeonato Mediterrâneo de Sub-23 e sagrou-se, no passado dia 12 de junho, Campeã Universitária norte-americana, da NCAA em Eugene (EUA).

Carla Salomé Rocha

Carla Salomé Rocha

  • Foi no mês de maio, em Londres, que Salomé Rocha obteve o mínimo olímpico nos 10.000 metros, ao ser quarta no campeonato de Inglaterra, com 32m05s82. A atleta sagrou-se, em março, Campeã Nacional de Corta-Mato Longo, vencendo a prova disputada na Aldeia das Açoteias, em Albufeira, com 34m09s.

Atletismo Masculinos


Yazaldes Nascimento

Yazaldes Nascimento *

  • Yazaldes Nascimento assumiu nos últimos anos o papel de novo valor da velocidade em Portugal e o seu recorde pessoal é de 10s16 nos 100 m (3.º melhor português de sempre). Em 2014 atingiu a final no Europeu de Zurique. O atleta não irá participar nos Jogos Olímpicos devido a uma lesão que o afetou nos últimos tempos.

Nelson Evora

Nelson Évora

  • Último campeão olímpico nacional. Em Pequim (2008), realizou um dos seus sonhos de criança: ser Campeão Olímpico. Nelson Évora respondeu sempre aos ataques dos seus adversários na final, acabando com a competição ao 4.º ensaio, saltando 17,67m. Em janeiro de 2012, lesionou-se com gravidade, o que o impediu de defender o título nos Jogos Olímpicos de Londres. Em 2015 regressou ao Estádio Ninho de Pássaro, em Pequim, para conquistar a medalha de Bronze nos Mundiais de Atletismo e, no mesmo ano, sagrou-se Campeão Europeu de Pista Coberta.

Tsanko Arnaudov

Tsanko Arnaudov

  • Filho de emigrantes búlgaros, Tsanko Arnaudov adquiriu a nacionalidade portuguesa em 2010. Foi uma das revelações de 2015, ano em que bateu o recorde nacional do Peso (21,06 m) que pertencia a Marco Fortes (21,02 m). No Europeu em Amesterdão conquistou a medalha de Bronze (20,59 m), algo único na especialidade em Portugal.

Rui Pedro Silva

Rui Pedro Silva

  • É um dos principais nomes da Maratona em Portugal. Conquistou os títulos nacionais de Estrada (2014 e 2015) e o de Maratona (2013). No regresso do Benfica (Prata) à Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta-Mato em 2014 foi o melhor atleta do Clube (4.º). Estes serão os seus terceiros Jogos Olímpicos consecutivos.

Ricardo Ribas

Ricardo Ribas

  • Atleta de Meio Fundo e Fundo, já representou Portugal dezenas de vezes. Especialista em Corta-Mato e Maratona, corre também os 10.000 metros. Conta com vários títulos de Corta-Mato, tendo conseguido o apuramento olímpico ao ser quarto na Maratona de Düsseldorf, na Alemanha, com 2h13m21s (recorde pessoal).

Sergio Veira

Sérgio Vieira

  • Sérgio Vieira regressa a uns Jogos Olímpicos após 2008. O atleta sagrou-se Campeão Nacional em 20 km Marcha em 2015, em Rio Maior, com um tempo de 1h23m24s. Este ano venceu o seu quinto título de Campeão de Portugal de Pista Coberta nos 5000 metros Marcha, em Pombal, no dia em que comemorou 40 anos.

Pedro Isidro

Pedro Ísidro

  • Pedro Isidro fez em Londres 2012 a sua estreia em Jogos Olímpicos com um 40.º lugar nos 50 km Marcha. Em 2015, no Mundial de Pequim realizou uma prova espetacular e baixou o seu recorde pessoal de 3h56m15s (49.º na lista dos presentes) para 3h55m14s, o que correspondeu a um positivo 21.º lugar.

Miguel Carvalho

Miguel Carvalho

  • É um jovem valor que fará no Rio 2016 a sua estreia em Jogos Olímpicos. Em 2015, Miguel Carvalho obteve o mínimo olímpico nos 50 Km Marcha, ao ganhar o Challenge de Leiria de Marcha atlética em 4h00m47s. O atleta, de 21 anos, estreou-se pelo Benfica e suplantou em 1m13s a marca mínima fixada pela FPA.

Bruno Lins Barros

Bruno Lins Barros Comité Olímpico Brasileiro

  • O velocista brasileiro de renome representou o Benfica, no mês de maio, na Taça dos Clubes Campeões Europeus, em Mersin, na Turquia, tendo sido 3.º classificado nos 100 metros (10s51) e 2.º nos 200 (21s12). Também este ano foi 2.º nos 100 metros (10s28) e 3.º nos 200 (20s54) no Campeonato Ibero-Americano.