3 de julho de 2020, 16h17

🎥 Encarnados voltam a competir com toda a velocidade

Atletismo

Atletas do Benfica destacaram-se em diversas disciplinas nos desafios promovidos pela Federação Portuguesa de Atletismo.

A Federação Portuguesa de Atletismo promoveu, no dia 1 de julho, o desafio "Velocidade Furiosa", no Centro de Alto Rendimento do Jamor. Postos à prova após a paragem de alguns meses devido à pandemia, os atletas do Benfica evidenciaram-se.

No Centro de Alto Rendimento do Jamor, João Oliveira venceu nos 60 metros barreiras com 7,94 segundos e correu nos 150 metros, na última prova dia, com 16,51 segundos. Os resultados completos do desafio de velocidade estão disponíveis aqui (PDF).

Desafio Velocidade Atletismo

João Oliveira [na foto] fez uma avaliação do seu desempenho. "Para primeira prova senti-me muito bem, porque esta situação é muito peculiar. Estamos a regressar de uma paragem muito grande e a treinar com uma certa restrição", disse o atleta benfiquista em declarações à BTV.

"Sinto-me a 100%, sem dores e sem lesões, o que para o momento é o mais importante. Para o ano temos grandes competições e a preparação já começou. Sinto-me muito satisfeito com o meu trabalho", confessou o velocista encarnado.

Desafio Velocidade Atletismo

Frederico Curvelo [na foto] foi o mais rápido nas séries de 60 metros, ao percorrer a distância em 6,76 segundos.

"Foi a minha primeira prova pós-quarentena, com as limitações que tive no treino, como toda a gente teve, mas são boas sensações. É sempre bom voltar a competir, de uma forma segura. Não estava à espera de mais nem menos, estava aqui para competir e estou bem, apesar de todas as restrições", afirmou Frederico Curvelo.

Desafio Velocidade Atletismo

Nos 500 metros, Mauro Pereira também foi primeiro classificado, com o registo de 1:04:06 minutos. Vitória também para o benfiquista João Coelho [na foto] nos 150 metros, com 15,78 segundos.

"Foi a minha segunda prova, a primeira foi na semana passada. Esta é mais curta, não é tanto a minha zona de conforto, mas correu bem", revelou João Coelho.

O decatlonista Edgar Campré aproveitou para testar a forma nas provas de 150 metros (16,48 segundos) e nos 60 metros barreiras (8,14 segundos).

"Foi a minha primeira prova após a quarentena. Estive muito tempo parado devido à situação de não podermos sair de casa. Treinei duas semanas, hoje vim experimentar competir para ver como é que estou, e sinceramente acho que foi bom", referiu.

Desafio Velocidade Atletismo

O desafio da Federação também se estendeu aos escalões mais jovens e no feminino, onde Arialis Martinez [na foto] regressou à competição com uma vitória nos 60 metros, com a marca de 7,31 segundos, e nos 150 metros, com 17,19.

"Sinto que estive bem. Foi muito tempo sem correr e sem competir, pois estive dois anos fora das competições, mas sinto que corri bem e isso deixa-me muito contente", garantiu a mulher do também atleta do Benfica, Pedro Pablo Pichardo.

Desafio Velocidade Atletismo

Nas várias disciplinas de atletismo, a Federação tem organizado estes desafios para permitir aos atletas testarem o resultado dos treinos feitos em casa. Ana Oliveira [na foto], diretora do Benfica Olímpico, destacou a iniciativa como uma mais-valia para o treino individual de cada atleta.

"É uma boa iniciativa para o atletismo poder voltar à competição. Assistimos aqui a uma boa jornada desportivaParabéns à Federação Portuguesa de Atletismo por todo o rigor em termos de segurança e proteção. Notam-se aqui algumas desigualdades, ou seja, vê-se perfeitamente que houve atletas que tiveram processos muito mais facilitados de quarentena do que outros. Mas o mais importante é que tudo correu bem, sem lesões e que os atletas voltaram a competir, pois são atletas com grandes ambições e que vivem com este espírito de competição", considerou Ana Oliveira.

Além do desafio de velocidade no CAR do Jamor, atletas encarnados competiram ainda no Desafio Meio Fundo II, no Estádio Universitário (ver resultados aqui), nas Provas de Preparação VII no Lumiar (ver resultados aqui) e nas Provas de Preparação VIII no Estádio Universitário de Lisboa (ver resultados aqui).

Texto: Márcia Dores

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar