10 de julho de 2020, 12h55

Pichardo: "Foi um belíssimo resultado"

Atletismo

O triplo-saltista superou os norte-americanos Christian Taylor (n.º 1 mundial) e Omar Craddock (n.º 5). 

"Senti-me muito bem, estou muito feliz", revelou Pedro Pablo Pichardo após vencer, na quinta-feira, a prova de triplo salto da primeira competição da época, derrotando os norte-americanos Christian Taylor e Omar Craddock.

Num modelo de competição bem diferente do habitual na Liga Diamante, o Inspiration Games, com os participantes divididos por várias pistas em vários pontos do globo, Taylor (n.º 1 mundial) saltou na Flórida, Craddock (n.º 5) na Califórnia, enquanto Pedro Pichardo saltou em Lisboa, no Estádio Universitário.

"Senti-me muito bem na primeira prova do ano. Mesmo com esta questão da pandemia, em que não consegui treinar nas melhores condições e em que troquei várias vezes de local de treino, foi um belíssimo resultado. Estou muito feliz", confessou o atleta português em declarações à BTV.

Pichardo Benfica Atletismo

"Foi um pouco estranho. Saltar sozinho é como fazer um treino, a emoção não é a mesma. Estou aqui sozinho, tenho poucas pessoas nas bancadas e a motivação não é a mesma sem ouvirmos as palmas. Hoje, não estava no melhor, mas mesmo assim foi uma boa prova", explicou Pichardo, deixando ainda um agradecimento a Ana Oliveira, diretora do Benfica Olímpico e membro da organização da prova.

"Sessenta ou setenta por cento [do sucesso na prova] foi graças ao Benfica. A Ana [Oliveira] esteve sempre aqui. Sem ela e sem outras pessoas também envolvidas na organização esta prova não tinha saído tão bem", reforçou.

Pichardo e Ana Oliveira

Pichardo mostrou logo ao que ia, com um salto de 17,20 metros…

"O Pedro em qualquer prova que participe pode vencer. Apresentou-se muito bem nesta competição apesar de todo este processo de confinamento e quarentena que temos estado a viver devido à pandemia", comentou Ana Oliveira, também à BTV. 

"Ele nos últimos três dias teve uma dor nas costas – e também por isso é que não fez o quinto salto –, mas este é o registo normal dele. Com o primeiro salto mostrou logo a forma em que estava, e sinceramente esperava um bocadinho mais, principalmente por parte do campeão olímpico [Christian Taylor], mas não sabemos como foi a preparação dele", afirmou a diretora do Benfica Olímpico, ela que fez também parte da organização do evento. 

Pichardo

"É importante dizer que foi uma oportunidade para nós. Pela primeira vez em Portugal termos uma competição e podermos participar como organização em Lisboa numa competição deste género... Nunca algo semelhante tinha sido feito. Tive a felicidade e a possibilidade de poder participar nesta prova de duas formas. Primeiro, a convite da organização em Zurique, fui organizadora do evento aqui. Foram duas semanas incríveis. E, em segundo lugar, numa perspetiva técnica em estar aqui a acompanhar o Pedro e o seu treinador. Depois de tudo isto, o Pedro vencer a competição, não podia ter sido melhor. A não ser ter havido mais público para termos aqui uma grande oportunidade de mostrar o que é a alta competição e o desporto de alto nível em Portugal", ressalvou Ana Oliveira. 

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar