16 de fevereiro de 2018, 20h06

Rui Vitória: “O lema é jogo a jogo e passo a passo”

Futebol

O treinador do Benfica lançou o desafio com o Boavista da 23.ª jornada da Liga NOS. O foco está na conquista de mais três pontos.

O treinador do Benfica, Rui Vitória, anteviu na sexta-feira, em conferência de Imprensa, o jogo da 23.ª jornada da Liga NOS com o Boavista. Mostrou conhecer o padrão de jogo do adversário e apontou a mais um triunfo.

Vai ser um jogo exigente. Vamos defrontar o 6.º classificado, que está a fazer uma boa campanha. O trabalho do Jorge Simão está a dar frutos. É um jogo que nos vai obrigar a ser uma equipa forte e competente. O Boavista é uma equipa com um padrão de jogo definido, que sabe defender e sair para o contra-ataque. Temos a consciência de que estamos a atravessar um bom momento, com 60 mil pessoas, Benfiquistas que, quando estão envolvidos, são fundamentais para o nosso rendimento. Temos de nos focar na equipa do Boavista, que tem jogadores de qualidade e que está a fazer um bom campeonato. Queremos muito ganhar no regresso a casa”, começou por analisar.

Jorge Simão falou de Jonas na conferência de Imprensa de antevisão e o técnico das águias recordou que abre sempre o livro sobre os disponíveis e os indisponíveis.

“Nas conferências anteriores, nunca fiz bluff. Até antecipo os boletins clínicos. O Jonas vai ser convocado. Não teve uma semana normal de trabalho, mas só no sábado é que vamos ver se pode ir a jogo”, revelou.

O Boavista vem de três jogos seguidos sem perder com o Benfica, mas cada encontro tem a sua história.

“Os jogos são sempre recheados de pormenores e alertas. Com qualquer adversário temos a consciência de como nos podem criar problemas. O passado é história. Olho muito para o momento das equipas. Sei do resultado que tivemos lá. Na Luz vêm jogar como têm jogado noutros campos. O passado já não interessa, o que interessa é este jogo”, apontou.

O Campeonato caminha para o fim e para uma fase mais decisiva. Todos os pontos são importantes independentemente do emblema que está do outro lado.

“Nunca podemos dizer se é nos jogos ditos grandes ou com as equipas ditas mais pequenas que vai ser decisivo. Num ano prevalecem os jogos entre os grandes, noutros anos prevalecem os jogos com as equipas ditas mais pequenas… O campeonato vai ser ao ponto. Todas as equipas são importantes e nos causam problemas. O lema é jogo a jogo e passo a passo. Os campeonatos têm uma vida muito própria”, considerou Rui Vitória.

O FC Porto e o Sporting vêm de embates europeus, mas Rui Vitória colocou o foco no plantel que lidera.

“O grande foco é a nossa equipa e o que podemos fazer. O estado de espírito dos adversários é acessório. Também sabemos o que é jogar às terças e às quartas, vir de um bom resultado ou de um resultado adverso. Tenho de focar todas as nossas energias no nosso jogo”, disse.

Na Europa houve apenas uma vitória em três jogos entre equipas lusas. O treinador das águias apontou algumas soluções.

“Chegamos a determinado nível e nota-se uma discrepância. O poderio financeiro é uma realidade, pois são as que têm maior poderio que chegam às finais. Internamente temos de nos comparar com o estrangeiro. O Benfica fá-lo, mas outras equipas têm de o fazer também. O ritmo de jogo tem de subir, a competitividade tem de subir, os minutos úteis de jogo têm de subir… Noutros campeonatos isso não acontece e temos de repensar. Temos de apostar na formação, ter astúcia como têm tido os treinadores portugueses e reestruturar melhor as equipas e os clubes. Melhorar passa por ter melhor espetáculo, melhores estádios, melhor formação”, partilhou.

Rui Vitória falou, ainda, de Gabriel Barbosa. O brasileiro tem marcado golos no regresso ao Santos.

“O Gabriel é um jogador de qualidade, isso é inegável. Ele tem golo e marca com facilidade. Há contextos na vida de um jogador que podem não ser os mais ideais. Noutra altura poderia ter outro rendimento. Vejo isso com alguma naturalidade. Achei bem que regressasse ao Brasil e está num clube onde foi feliz. Estou convencido de que se regressar à Europa virá melhor preparado”, explicou.

O Benfica-Boavista arranca às 18h15 de sábado, no Estádio da Luz.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar