23 de fevereiro de 2018, 12h06

Joel Rocha: "Tentaremos ser 101% mais competitivos do que o adversário"

Futsal

O treinador da equipa de futsal do Benfica perspetiva um dérbi “com momentos excecionais de estratégia”, onde o foco dos encarnados está na conquista de mais três pontos.

Joel Rocha, treinador da equipa de futsal do Benfica, aponta à conquista de três pontos no dérbi que se joga às 14h30 de sábado no Pavilhão Fidelidade, na 18.ª jornada da Liga Sport Zone.

Na antevisão do duelo com o Sporting, o técnico começa por recordar que houve uma paragem na competição, mas que a equipa nunca deixou de trabalhar para fazer mais e melhor.

“A paragem estava estipulada no nosso mapa competitivo. Acaba por trazer vantagens e desvantagens. Uma das vantagens é que, dos seis internacionais que tivemos ausentes, todos eles trouxeram medalhas (quatro de ouro, uma de prata e uma de bronze), e isso é sinónimo da qualidade que temos ao dispor. Ficamos todos muito satisfeitos que todos eles tivessem regressado com uma medalha ao peito e quem cá esteve não deixou de trabalhar e de melhorar. Num registo diferente, mas sempre na perspetiva de fazer melhor o que já vamos fazendo bem”, salientou o treinador, em declarações à BTV.

Agora é tempo de regressar aos jogos para o Campeonato e Joel Rocha garante ambição máxima.

“Regressámos agora às competições na Taça de Portugal com uma dinâmica muito interessante para quem esteve tanto tempo ausente de competição conjunta e agora regressamos ao Campeonato. É nesse jogo que estamos focados, que estamos a pensar”, afirmou.

Joel Rocha

Estando em segundo lugar na competição, Joel Rocha afirma que agora é tempo de o Benfica recuperar os três pontos e continuar na luta pela primeira posição na fase regular.

“Neste momento o Benfica está a seis pontos da liderança e é a única coisa de que não dependemos de nós. Perdemos a possibilidade de depender apenas de nós para alcançar a liderança e perdemos essa possibilidade por culpa própria. Não só em Alvalade na primeira volta, mas também aquando da última jornada do Campeonato no Restelo”, recordou.

“O que queremos agora é recuperar três pontos por mérito próprio. Pelo menos ficar a três pontos para continuar a provocar que o Sporting não se desleixe, não se consiga distrair, como nós acabámos por nos distrair, não tirando o mérito quer à vitória do Sporting, quer à vitória do Belenenses”, acrescentou Joel Rocha.

Sobre o dérbi de sábado, o treinador dos encarnados aponta para um “jogo muito dividido e imprevisível”.

“Muito trabalho, muita consciência da qualidade e da dificuldade do jogo. Um jogo que terá momentos excecionais de estratégia. Será um jogo muito dividido, que terá muitos duelos, muitas situações de jogo imprevisível, que terá certamente momentos que, por mais que nós treinemos, visualizemos e conversemos, não vamos conseguir controlar, antecipar ou prever. Tentaremos ser 100% egoístas e 101% mais competitivos do que o adversário”, garantiu.

Joel Rocha enaltece a presença e o apoio dos adeptos nas bancadas e promete que a equipa vai fazer de tudo para dar uma alegria aos Benfiquistas, com a conquista de mais três pontos.

“Um privilégio. Momentos únicos que valem a pena. São estes momentos de pavilhão cheio que nós sentimos, não só no ouvido, mas é uma força que nos chega ao coração. É uma força que nos chega a transbordar de emoção e o jogo de sábado também será assim. Um jogo que terá momentos de muita emoção e muita paixão, característica associada ao nosso Clube e às nossas cores. Tudo iremos fazer para no final celebrarmos a conquista de mais três pontos”, enfatizou.

Texto: Luís Afonso Guerreiro e Márcia Dores

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar