15 de março de 2018, 11h40

Pedro Nunes: "Não podemos facilitar"

Hóquei em Patins

No sábado, às 15h00, a equipa de hóquei em patins do Benfica joga nos oitavos de final da Taça de Portugal, no reduto do Famalicense.

O plantel comandado por Pedro Nunes tem pela frente o 5.º jogo da Taça de Portugal de hóquei em patins, ou seja, os oitavos de final da competição, a disputar com o Famalicense AC às 15h00 de sábado, no Pavilhão Municipal de Vila Nova de Famalicão.

O treindor do Benfica aponta qualidades à turma de Famalicão, mas sublinha que o Benfica tem de estar preparado e “essencialmente focado em si próprio”.

“É uma equipa que conhecemos porque participámos no torneio de Famalicão no início da época, uma equipa que já mudou de treinador e pode ter mudado algumas ideias, mas, conhecendo fundamentalmente os jogadores, permite-nos ter uma ideia clara daquilo vamos encontrar. Uma equipa combativa, aguerrida, com qualidade individual. Jogando em casa há sempre aquele alento acrescido por defrontar o Benfica e por ser numa Taça de Portugal”, começou por dizer Pedro Nunes, em declarações à BTV.

Temos de estar preparados e essencialmente focados em nós. Sabemos que somos os favoritos e que temos a responsabilidade de ganhar o jogo. Temos de fazer bem o nosso trabalho, não podemos facilitar”, acrescentou.

O treinador da equipa encarnada espera o apoio dos Benfiquistas em Famalicão, assumindo o Benfica como favorito e com a responsabilidade de passar à próxima eliminatória.

“É uma cidade que tem muitos Benfiquistas, que certamente que vão estar presentes a apoiar-nos, no sentido de podermos levar de vencida uma equipa que cremos que vá ser difícil, principalmente nos momentos iniciais do jogo. Enquanto puderem discutir o resultado, vão ser uma equipa que vai colocar dificuldades, mas de qualquer maneira o Benfica assume-se como favorito e tem toda a responsabilidade de ganhar e de passar esta eliminatória”, reforçou.

O Benfica olha para esta Taça de Portugal com o objetivo de a vencer, mas não vamos queimar etapas, nem olhar mais além. Focamo-nos neste jogo, porque a Taça de Portugal é reconhecida como uma competição onde por vezes existem surpresas e nós não queremos ser a surpresa desta eliminatória”, enfatizou.

Miguel Vieira

Miguel Vieira: "Temos de dar o nosso melhor"

Também Miguel Vieira, universal da equipa de hóquei encarnada, perspetiva uma partida difícil, apesar de se irem bater com uma equipa da Segunda Divisão.

“Sabemos que é uma deslocação difícil, apesar de o Famalicense estar uma divisão abaixo de nós. É uma deslocação ao Norte, um jogo da Taça de Portugal, onde tudo pode acontecer. Vai ser um jogo difícil. Temos de dar o nosso melhor, com um Benfica que os adeptos querem e ganhar o jogo para passar à próxima fase”, afirmou.

“Famalicão é uma cidade com tradição e com certeza o pavilhão vai estar cheio, o que é bom para a modalidade”, considerou o camisola 74.

Quantos aos objetivos da equipa, Miguel Vieira não deixa dúvidas: “O objetivo é sempre ganhar em tudo que participamos”, vincou.

Texto: Márcia Dores

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar