6 de junho de 2018, 20h30

Talentos da casa no tapete da Luz

Seleção

Portugal defronta a Argélia na quinta-feira, uma partida com início às 20h15, na Catedral. Fernando Santos já tem à sua disposição os 23 jogadores… e quatro conhecem esta casa como poucos!

Depois dos embates com a Tunísia, em Braga (2-2), e com a Bélgica, no Estádio Rei Balduíno (0-0), a Catedral é o palco do derradeiro teste da Seleção Campeã da Europa antes da estreia no Mundial 2018. O pontapé de saída do Portugal-Argélia está marcado para as 20h15 de quinta-feira.

Nesta quarta-feira, após a Conferência de Imprensa de Fernando Santos, pela primeira vez os 23 jogadores selecionados treinaram em conjunto, com o relvado da Luz a ser o palco do momento… e de vários regressos a casa. É que, dos 23 internacionais, quatro são talentos Made in Benfica!

O Clube está representado na convocatória pelo defesa-central Rúben Dias, que se estreou na Seleção A, e logo como titular, diante da Tunísia, no Estádio Municipal de Braga, no particular que terminou empatado a duas bolas… mas há mais três rostos bem conhecidos!

Bernardo Silva, Gonçalo Guedes e Manuel Fernandes são também talentos nascidos no Sport Lisboa e Benfica, conhecem esta casa como poucos, sendo que Mário Rui também concluiu a sua formação nas águias.

Bernardo Silva

Após ter percorrido todos os escalões de Formação nos encarnados, Bernardo Silva começou a dar que falar e o Mónaco foi o destino em 2014/15. No início de 2017/18 transferiu-se para o Manchester City, terminando a temporada com nove golos em 53 jogos e dois títulos, um deles a Premier League.

Presença assídua nos escalões de Formação lusos, Bernardo Silva estreou-se pela Seleção A em 31 de março de 2015, a titular, na derrota no amigável frente a Cabo Verde (0-2), numa partida disputada no Estádio António Coimbra da Mota (Estoril).

O jovem médio-ofensivo de 23 anos jogou pela primeira vez no Estádio da Luz com as cores de Portugal a 25 de março de 2017. Portugal venceu a Hungria, por 3-0, com golos de André Silva (32’) e Cristiano Ronaldo (36’ e 65’), em partida da fase de apuramento precisamente para o Mundial 2018. Bernardo Silva começou o jogo no banco, tendo entrado aos 67’ para o lugar do autor do primeiro golo lusitano.

No total, são 24 jogos e dois golos apontados. O primeiro, frente a Gibraltar, num amigável realizado a 1 de setembro de 2016 que terminou com uma goleada por 5-0 no Estádio do Bessa; o segundo aconteceu a 24 de junho de 2017, perante a Nova Zelândia (vitória por 0-4), num desafio que carimbou a presença lusa nas meias-finais da Taça das Confederações.

Manuel Fernandes

Manuel Fernandes é outro dos talentos formado no Glorioso… e também foi Campeão nesta temporada, precisamente no país que vai acolher o Mundial. 14 golos ajudaram o Lokomotiv à conquista do título e, depois das passagens por Inglaterra, Espanha e Turquia, o médio, agora com 32 anos, atravessa um dos melhores momentos da sua carreira.

Um habitué nos escalões de Formação lusos, Manuel Fernandes soma 14 jogos pela Seleção A e três golos apontados (dois em amigáveis, perante Canadá e Arábia Saudita, outro no empate a quatro bolas perante Chipre, na fase de apuramento para o Europeu 2012).

Estreou-se a 9 de fevereiro 2005 num desafio amigável perante a República da Irlanda, em Dublin, que terminou com uma derrota por 1-0. Saltou do banco de suplentes aos 68’ para o lugar de Cristiano Ronaldo.

A primeira vez que vestiu a camisola das Quinas no Estádio da Luz foi em 2010. A 17 de novembro, num desafio amigável frente a Espanha, goleada por 4-0, com golos de Carlos Martins (45’), Hélder Postiga (49’ e 68’) e  Hugo Almeida (90’+3’). Manuel Fernandes entrou aos 63’ para o lugar do autor do tento inaugural do encontro.

Gonçalo Guedes

Gonçalo Guedes não foi Campeão em 2017/18, mas conquistou os adeptos do Valência, numa época que esteve emprestado pelo PSG. O avançado que fez toda a formação nas águias registou seis golos e 38 jogos na equipa che e é também uma das escolhas de Fernando Santos para o Mundial.

Tal como os colegas, percorreu os escalões de Formação da equipa das Quinas, tendo-se estreado na Seleção A em 14 de novembro de 2015, num amigável perante a Rússia. Derrota lusa, por 1-0, com o jovem a ser titular, substituído aos 82’ para dar lugar a Ricardo Pereira. Gonçalo Guedes nunca jogou por Portugal no Estádio da Luz e, quem sabe, poderá fazê-lo já nesta quinta-feira.

No total são nove desafios (oito amigáveis e um para o apuramento para o Mundial). A única vez que marcou pelos A foi em 10 de novembro de 2017, no Estádio do Fontelo, num amigável frente à Arábia Saudita. Vitória lusa, por 3-0, com tentos de Manuel Fernandes (32’), Gonçalo Guedes (52’) e João Mário (90’).

Tal como há dois anos, a 8 de junho de 2016, antes da partida para o Campeonato da Europa, em França, que culminou com o título europeu, Portugal despediu-se dos portugueses precisamente na Luz, um estádio talismã para as Quinas.

Um momento recordado na tarde de quarta-feira na página de Facebook das Seleções de Portugal.

Inserida no Grupo B, a Seleção Nacional viaja para a Rússia no sábado, onde tem a estreia no maior certame do futebol mundial agendada para dia 15 de junho, perante a Espanha, na cidade de Sochi. Seguem-se os embates com Marrocos (20 de junho) e Irão (25 de junho).

Texto: Sónia Antunes e Marco Rebelo

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar