12 de agosto de 2017, 10h32

As Novas Oportunidades da Formação

Futebol

Em três dias, novos sinais de aposta na formação.

Tags

Futebol

O paradigma da formação está para durar no Benfica. Se novas demonstrações fossem necessárias, esta semana, novos eventos tornaram visível essa aposta, cada vez mais firme, do clube nos seus jovens talentos formados no Caixa Futebol Campus.

Uma resumida cronologia dos factos é suficiente para tornar uma evidência a aposta em jovens jogadores que estão na rampa de lançamento para a equipa principal. Em três dias consecutivos, o Benfica deu os sinais de que a linha de montagem não cessa de transformar matéria-prima em talentos quase acabados.

Quarta-feira – No final da partida inaugural do Benfica no campeonato, Diogo Gonçalves estreou-se na equipa principal, tornando-se no sexto jogador da formação projectado por Rui Vitória, em jogos oficiais, desde que o actual treinador chegou ao clube.

Quinta-feira – Outro dos talentos que Rui Vitória já fez ascender à primeira equipa do clube, tornando-o, também, campeão nacional, é José Gomes. Neste dia, renovou o seu contrato com o Benfica. Tem agora a sua validade até 2022.

Sexta-feira – Mais uma renovação, mais um talento de grande potencial para o futuro. Trata-se de João Filipe (Jota) que, à semelhança de outros jovens de elevado valor, também renovou o seu contrato até 2022.

Texto: José Marinho

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar