25 de novembro de 2017, 15h45

Acórdão do castigo a Samaris anulado pelo Conselho de Justiça

Futebol

Foi reconhecida razão ao Benfica no recurso interposto, mas entretanto o médio já cumpriu os três jogos de suspensão que lhe foram aplicados após o desafio com o Braga na Taça da Liga.

O Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol decidiu anular o acórdão que determinou o castigo de três jogos – já cumpridos – a Samaris por ocorrência no jogo entre o Benfica e o SC Braga, de 20 de setembro, a contar para a Taça da Liga/CTT.

Com esta resolução, o CJ deu provimento ao recurso interposto pelo Benfica, que entende que Samaris foi alvo de uma "dupla punição": o cartão amarelo mostrado pelo árbitro Bruno Esteves, após desentendimento entre o grego e o bracarense Paulinho, e a posterior sanção de três jogos de suspensão deliberada pelo Conselho de Disciplina na sequência do auto de flagrante delito aberto pela Comissão de Instrutores da Liga.

O CJ ordenou agora que os autos baixassem ao Conselho de Disciplina (CD) para que este inquira o árbitro Bruno Esteves e se esclareça a razão para a exibição do cartão amarelo ao médio do Benfica.

Texto: Marco Rebelo

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar