3 de março de 2019, 17h35

Domínio total dita vitória das águias

Futebol

A equipa do Benfica derrotou o Gil Vicente na 3.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional de Juniores.

A equipa do Benfica venceu o Gil Vicente na tarde de domingo no Caixa Futebol Campus por claros 3-0 em jogo referente à 3.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional de Juniores.

RESUMO DO JOGO

O início da partida foi algo morno com ambas as equipas a estudarem os posicionamentos contrários. Cabiam ao Benfica as despesas do jogo, sendo que eram os atletas encarnados que pautavam o ritmo da partida. 

A formação gilista estava remetida ao sector defensivo e tentava sair a jogar através do contra-ataque. Por sua vez, as águias, com um futebol apoiado, construíam em todas as zonas do terreno, mas faltava calibrar a qualidade do último passe para conseguirem chegar com mais perigo à baliza de Brian Araújo.

O primeiro lance de perigo surgiu por intermédio de Umaro Embaló, aos 18'. O jogador encarnado ultrapassou o seu opositor direto com uma grande finta, levantou a cabeça, olhou para a baliza e disparou um remate cruzado de pé direito que passou a escassos centímetros da baliza do Gil Vicente.

[GOLO: 1-0] A pressão continuava e, aos 22', Umaro Embaló fez mesmo o primeiro golo para o Benfica. O avançado aproveitou uma defesa incompleta a remate de Gonçalo Ramos e, estando no sítio certo para a recarga, só teve de encostar para o fundo das redes: 1-0.

Depois de inaugurado o marcador a toada de jogo mantinha-se. Os comandados de Luís Nascimento continuavam a pressionar e a chegar com perigo à baliza adversária.

Aos 34', as águias estiveram muito perto de aumentar a vantagem. Embaló cruzou rasteiro para o centro da área e Tiago Dantas apareceu para finalizar, mas o seu remate foi contra o corpo de um defesa gilista.

[GOLO: 2-0] Grande golo do Benfica!!! João Ferreira fez um cruzamento com conta, peso e medida para a estupenda finalização de Gonçalo Ramos. O médio fez um remate à meia volta e não deu a mínima hipótese de defesa ao guardião do Gil Vicente, que apenas teve tempo de seguir a trajetória do esférico a embater nas suas redes (37').

O final da 1.ª parte aproximava-se e ainda houve tempo para Celton Biai brilhar na baliza encarnada. O guardião teve de se aplicar a fundo para conseguir travar um potente remate de Alberto Fernandes.

O Benfica dominava e os dados estatísticos eram claros: 71% de posse de bola. Ao intervalo o marcador assinalava: 2-0.

A 2.ª parte começou e a equipa das águias estava decidida a marcar mais golos. A formação do Gil Vicente não conseguia sair a jogar porque a pressão alta do Benfica ao portador da bola não deixava. 

Aos 60', depois da marcação de um pontapé de canto, Gonçalo Ramos esteve perto de bisar na partida. João Ferreira voltou a fazer um passe açucarado só que desta vez o médio encarnado não conseguiu concluir da melhor forma.

O Gil Vicente tentava, mas não conseguia sair a jogar com qualidade. Assim que os jogadores gilistas passavam para o meio campo ofensivo, as possíveis jogadas de ataque esfumavam-se em passes longos que não levavam o caminho correto.

Luís Nascimento decidiu mexer na sua equipa e aos 69' entrou Ricardo Matos para o lugar de Ronaldo Camará.

Esteve perto o 3-0 e o segundo de Gonçalo Ramos na partida. Novamente um passe em profundidade de João Ferreira a descobrir o médio das águias totalmente desmarcado. O jogador encarnado avançou alguns metros, contornou o defesa contrário e fez um remate colocado que tirou tinta ao poste direito da baliza de Brian Araújo.

Aos 83', nova substituição na equipa do Benfica com Gonçalo Ramos a ceder o lugar a Francisco Saldanha

[GOLO: 3-0] Umaro Embaló bisou na partida aos 89'. Uma excelente jogada do coletivo encarnado pelo flanco esquerdo. Nuno Tavares começou a jogada e cavalgou vários metros para assistir Embaló, que já se encontrava ao segundo poste para finalizar e sentenciar o encontro.

Até ao final da partida não surgiram mais ocasiões de perigo e o Benfica carimbava assim mais uma vitória. Resultado final: 3-0.

Onze inicial do Benfica: Celton Biai, João Ferreira, Pedro Álvaro, Gonçalo Loureiro, Nuno Tavares, Henrique Jocu, Umaro Embaló, Tiago Dantas, Gonçalo Ramos, Ronaldo Camará e Tiago Araújo.

Suplentes: João Monteiro, Tomás Tavares, Rafael Brito, Francisco Saldanha, Bernardo Silva, Tiago Gouveia e Ricardo Matos.

Benfica-Gil Vicente

CLASSIFICAÇÃO 2.ª FASE – APURAMENTO DE CAMPEÃO

Posição Equipa Jogos Pontos Golos
1.º SL Benfica 3 7 8-3
2.º FC Porto 3 7 6-3
3.º Sporting 3 5 5-4
4.º SC Braga  3 5 5-4
5.º FC Alverca 3 3 4-4
6.º Leixões SC  3 3 3-5
7.º CD Tondela 3 1 2-6
8.º Gil Vicente FC 3 1 1-5

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar