24 de junho de 2019, 19h12

Uma época de ouro com apoio caloroso dos adeptos

Futebol feminino

Em entrevista à BTV, Raquel Infante e Rilany fizeram uma retrospetiva do primeiro ano do futebol feminino do Benfica.

Concretizada a conquista do Campeonato da II Divisão, as jogadoras da equipa de futebol feminino do Benfica Rafael Infante e Rilany estiveram no programa "Em Linha", da BTV, onde fizeram um balanço do projeto pioneiro do Clube.

"Gostei do projeto e quando me abordaram não pensei duas vezes. Já conheço o Benfica e sei que em tudo o que entra é sempre para ganhar. Tinha a certeza de que ia correr bem. Gostei do plantel, de todas as condições que nos ofereciam. É sempre bom voltar a Portugal e ser profissional no nosso país, foi também por aí que me motivou", contou Raquel Infante.

Depois da recente conquista do Campeonato da II Divisão, Rilany (na foto abaixo) explicou o que sentiu. "É uma sensação de alívio, de dever cumprido. Todos os objetivos traçados foram alcançados. A palavra 'satisfação' é a que mais se encaixa em tudo isto."

Rilany

Rilany, que anunciou que iria acabar a carreira no último jogo do Campeonato, foi surpreendida com uma homenagem. "Fiquei muito feliz e emocionada. Estou muito agradecida ao Benfica por tudo o que me proporcionou", afirmou.

"Fiquei muito feliz por ter feito a última época da minha carreira no Benfica. Terminei com chave de ouro por diversas razões. Por ter acabado num grande clube, por ter sido campeã em tudo o que disputámos, pelo respeito que todos tiveram comigo e por ter conhecido pessoas que vou levar para a vida toda", referiu Rilany, que contou que futuramente quer tirar um curso de treinadora em Portugal.

Sobre a próxima época, Raquel Infante (na foto abaixo) considerou que o trabalho feito vai ter de continuar a ser árduo, pois vem aí mais equilíbrio entre as equipas.

"A próxima temporada vai ser mais difícil, vamos ter de estar mais preparadas, as equipas são mais fortes. Vamos estar num Campeonato mais equilibrado, mas eu tenho a certeza de que, se continuarmos a trabalhar como fizemos neste ano, vamos estar preparadas para alcançar os objetivos", vincou.

Raquel Infante

De saída, Rilany elogiou o grupo com quem trabalhou durante esta época. "Eu uso uma frase que para mim é muito importante: 'O maior legado não é o que deixamos para as pessoas, mas o que deixamos nas pessoas'. E isso foi uma coisa muito recíproca que aconteceu no nosso grupo. Éramos unidas em todos os momentos e penso que foi isso que nos diferenciou nesta temporada e que nos deu tanto sucesso", confessou.

As campeãs quiseram ainda deixar uma mensagem aos adeptos, que foram cruciais neste primeiro ano do futebol feminino do Benfica.

"Temos de agradecer aos adeptos porque o apoio deles foi muito importante. Espero que continuem sempre com esta equipa, porque as conquistas não se conseguem sem eles", disse Raquel Infante.

"Queria agradecer todo o carinho dos adeptos, por todos os jogos em que foram, todas as mensagens. Eu não tinha a noção como eram os adeptos do Benfica, mas fiquei muito feliz por ver todo este calor", rematou Rilany.

Texto: Márcia Dores

Fotos: João Paulo Trindade e Arquivo / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar