28 de junho de 2019, 15h50

Um balanço com olhos postos no futuro

Modalidades

As modalidades masculinas de Pavilhão estiveram em análise no programa SLM da BTV.

Rui Lança, coordenador estratégico das modalidades seniores masculinas de Pavilhão do SL Benfica, analisou a época desportiva 2018/19 e explicou algumas das mudanças em curso para a próxima temporada.

Com o mote #Reconquista também nas modalidades seniores masculinas de Pavilhão, Rui Lança começou por recordar os dois campeonatos recuperados em relação à temporada anterior. “Vínhamos de um ano em que não tínhamos alcançado nenhum campeonato, portanto, também tinha sido um ano atípico. Esta época começou bem com a conquista da Supertaça de andebol e posteriormente com a Supertaça de voleibol. Foi um ano em que conseguimos alcançar dois Campeonatos [futsal e voleibol], alcançámos também, pelo meio, uma Taça de Portugal de voleibol e uma Taça da Liga de futsal.

No Basquetebol ficou a sensação de que podíamos ir um pouco mais longe no Campeonato, apesar de reconhecermos que foi uma época muito atípica devido a várias situações que ocorreram desde o início da temporada”, admitiu em declarações ao programa Sport Lisboa e Modalidades da BTV.

No Voleibol, o tema do momento é a participação da equipa na pré-qualificação da Liga dos Campeões. O coordenador estratégico explicou a decisão conhecida nesta semana. “O Marcel [Matz] e toda a estrutura consideraram que isto podia ser um bom desafio para o grupo de jogadores. Esta aposta foi óbvia para nós quando tivemos a confirmação por parte da organização de que seríamos colocados na competição seguinte em caso de eliminação. A Champions League vai permitir aumentar a competitividade para alguns atletas, havendo também uma motivação por participar nesta competição”, sublinhou.

Em relação ao Futsal, a conquista do Campeonato Nacional já faz parte do passado e o pensamento está nas metas para 2019/20. A ambição europeia é encarada como algo perfeitamente natural. “Temos o objetivo de ir um pouco mais longe na prova e quem sabe apresentar e ganhar uma das organizações da Ronda de Elite, ainda que isso só possa ser feito após passar a fase anterior, por isso, é ainda muito prematuro falar sobre isso”, indicou.

Rui Lança, coordenador estratégico das modalidades seniores masculinas de Pavilhão

No Andebol, a presença da juventude do plantel vai continuar a ser uma realidade, apesar de terem sido anunciados já vários nomes internacionais. “Se há modalidade que tem representado bem o eixo da Formação tem sido o andebol. Temos jogadores com escola de Benfica”, começou por sublinhar, anunciando que foram identificados pontos a melhorar para que a secção volte às grandes conquistas, nomeadamente do Campeonato Nacional.

No que concerne ao Hóquei em Patins, Rui Lança destacou que a próxima temporada terá 11 hoquistas no plantel, incluindo Gonçalo Pinto, jovem formado no Clube. “A figura de 11 jogadores traz uma maior competitividade interna, não só para jogar, mas também para serem convocados para os jogos. O Gonçalo Pinto é uma aposta do treinador Alejandro [Domínguez] e é importante que os jovens da Formação vejam que, de facto, podem regressar ao Clube”, argumentou, sublinhando ainda que a ideia é dar “melhores condições à estrutura” do hóquei em patins.

Por fim, a equipa de basquetebol foi a última a terminar a época desportiva, mas o trabalho para a nova época já está há muito em marcha. Com Carlos Lisboa no comando técnico, o objetivo é que “o título fique na Luz”. Já a participação na pré-qualificação da Champions é vista como uma dupla oportunidade. “Se formos eliminados numa destas rondas, podemos entrar logo na outra competição europeia e isso retira logo o fator aleatório do azar ou da sorte como aconteceu nesta última época com a equipa italiana, que tinha um grande poderio financeiro e desportivo. Por outro lado, é um fator interessante do ponto de vista negocial, principalmente com os atletas estrangeiros”, explicou.

Instado a deixar uma palavra aos adeptos do Sport Lisboa e Benfica, o coordenador estratégico prometeu: “Podem esperar uma ambição constante, que é tentar ganhar tudo aquilo em que estivermos envolvidos, principalmente as competições nacionais, mas também as internacionais em que há mais ferramentas para o conseguir, como são o caso do Futsal e do Hóquei em Patins. Espero que os adeptos possam comparecer em massa em todas as competições ao longo da época e não apenas nas finais, em que esperamos estar.”

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar