Futebol

11 novembro 2018, 13h04

Festejos

A equipa Sub-23 do Benfica venceu o Braga por 4-2 no Caixa Futebol Campus, na 14.ª jornada da Liga Revelação. Com este desfecho, as águias reassumem o comando da tabela classificativa da prova (28 pontos, com um jogo a menos).

A equipa benfiquista entrou no jogo em alta rotação e pôs as redes a mexer ainda antes de se completarem dois minutos. Frimpong apoiou pela esquerda e cruzou para Diogo Pinto, que, na área, recebeu de costas para a baliza, girou sobre si e disparou de pé direito. Com uma excelente execução técnica na zona de finalização, os encarnados adiantaram-se no marcador (1-0).

Esticado no terreno de jogo, o Braga reagiu à desvantagem com algumas combinações pelos flancos, nomeadamente pelo esquerdo, sobressaindo a qualidade técnica de Midana e Eynel. Este, aos 15', rematou cruzado para defesa de Fábio Duarte para canto. Na sequência da bola parada, Baldé cabeceou à trave.

Depois das ameaças, os arsenalistas concretizaram aos 18': Midana rompeu na esquerda, cruzou rasteiro e a bola, após ser tocada de calcanhar por Eynel, sobrou para a zona do segundo poste, surgindo Vítor a rubricar o 1-1.

Perto da meia hora, o Benfica voltou a aproximar-se da baliza bracarense. Vukotic, num remate de meia distância, errou o alvo (29'). Logo a seguir, Edi Semedo foi servido no corredor direito, entrou na área e optou pelo disparo cruzado, fazendo a bola passar a pouca distância do poste.

As águias forçaram e alcançaram o 2-1: Frimpong internou-se na esquerda, acelerou, conquistou espaço e cruzou para conclusão perfeita de Diogo Pinto, que, num remate de primeira com o pé direito, não deu chances ao guarda-redes (31'). Foi com este score que se atingiu o intervalo no Seixal.

O cariz da partida manteve-se após a pausa, com ambas as equipas a evidenciarem o gosto pelo futebol de ataque.

Aos 48', quando tentava bloquear um dos caminhos para a sua baliza, o benfiquista Diogo Mendes acertou nas pernas de Simão na grande área e o árbitro apontou de pronto para a marca dos onze metros. Na conversão do castigo, Rodrigo bateu Fábio Duarte no 2-2 (49').

A reação das águias foi célere. Frimpong, aos 51', criou problemas ao guarda-redes Velho, que evitou o terceiro dos encarnados. Aos 60', aproveitando precisamente um passe mal calibrado do guardião do Braga, o ataque do Benfica foi para cima e Saponjic, no interior da área, acabou derrubado por Rodrigo. De pontapé de penálti, o avançado atirou para o 3-2.

Outra vez no comando do resultado, o Benfica foi ainda mais concentrado e paciente na organização defensiva, dando menos espaços aos bracarenses, em particular a elementos mais habilidosos e agitadores (como Midana e Eynel).

Já depois de ter colocado Tomás Domingos no lugar de Tomás Tavares, o treinador Luís Tralhão trocou Vukotic por Henrique Jocu, com o propósito de refrescar e robustecer a linha média do Benfica. Aos 82', Edi Semedo e Diogo Pinto saíram para as entradas de Mesaque Dju e Simón Ramírez, renovando-se a energia no ataque e também no corredor direito das águias, o mais explorado por Midana e Eynel.

Num espetáculo de baliza a baliza, o guardião Fábio Duarte, aos 88', fez um passe longo para Mesaque Dju, que estava fletido sobre a esquerda. O Campeão da Europa Sub-19 levantou a cabeça e centrou à medida do toque letal de Saponjic à entrada da pequena área do Braga (4-2). Um golo completo sobre o fecho do encontro!

Onze inicial do Benfica: Fábio Duarte, Tomás Tavares, Miguel Nóbrega, Gonçalo Loureiro, Frimpong, Diogo Mendes, Diogo Pinto, Guga, Saponjic, Vukotic e Edi Semedo.

Suplentes: Dylan Silva, David Zec, Simón Ramírez, Tomás Domingos, Henrique Jocu, Nuno Cunha, Mesaque Dju, Iuri Tavares e Pedro Soares.

Benfica-Aves Liga Revelação

"Mostrámos a nossa qualidade"

Luís Tralhão (treinador do Benfica): "Depois um mau resultado [na jornada anterior], queremos logo ganhar. Mostrámos que temos qualidade, que somos fortes e que no último jogo não merecíamos perder. Tivemos boa atitude, estamos contentes pelo que fizemos e por termos ganhado."

Diogo Pinto (médio-ofensivo do Benfica): "Quisemos dar uma grande resposta e alcançámos uma vitória justa num encontro disputado por duas grandes equipas. Os meus dois golos? Saliento o trabalho da equipa. Os meus colegas ajudaram-me muito nos golos que marquei."

Texto: João Sanches

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Última atualização: 12 de novembro de 2018

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar