21 de dezembro de 2018, 18h09

Benfica SAD não vai a julgamento

SAD

Decisão foi tomada esta sexta-feira.

A Benfica SAD foi ilibada de todos os crimes de que era acusada no caso E-toupeira. Ana Peres, Juiz de Instrução, decidiu que o Clube não devia ir a julgamento por nenhum dos 30 crimes pelos quais foi indiciado pelo Ministério Público: 1 de corrupção ativa, 1 de oferta ou recebimento indevido de vantagem e 28 de falsidade informática.

À saída do Tribunal Central de Instrução Criminal, Rui Patrício, um dos advogados da equipa de defesa da Benfica SAD, afirmou: “Estamos satisfeitos. Era o que queríamos e estávamos convictos. É uma decisão que honra a justiça.”

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar