23 de janeiro de 2020, 11h00

Marta Piquero: "Não existe nenhuma equipa igual a esta"

Hóquei em Patins Feminino

A jogadora da equipa feminina de hóquei em patins do Benfica apelou à presença dos adeptos no próximo confronto europeu na Luz.

Internacional espanhola de 21 anos, que se sagrou tricampeã mundial de hóquei em patins frente à Argentina, Marta Piquero concedeu uma entrevista ao Jornal O Benfica onde abordou a mudança para o Clube e os objetivos para esta temporada.

A equipa feminina prepara o jogo deste sábado, dia 25 de janeiro, para a Taça Europeia com o Noisy Le Grand, na Luz.

Marta Piquero

Primeiros passos no hóquei em patins

"Aos cinco anos comecei a patinar, apenas a patinar. Entretanto, aos seis anos já treinava com stick e fui para uma equipa mista, onde jogava também com rapazes. Joguei até aos 15 anos nessa equipa mista, depois fui chamada para integrar a equipa de hóquei feminino do Gijón, onde permaneci até à época passada."

Chegada ao SL Benfica

"Fui muito bem recebida por todas e não foi nada difícil a integração. Já conhecia algumas jogadoras, principalmente as que jogaram na seleção portuguesa, porque já nos tínhamos defrontado e encontrado em algumas ocasiões. Também joguei contra a Macarena Ramos na época passada, quando estávamos as duas em Espanha, por isso, a maioria das hoquistas não eram desconhecidas para mim."

Marta Piquero

Condições proporcionadas pelo Clube

"Eu sei que não existe, atualmente, nenhuma equipa de hóquei feminino igual à do Benfica, por isso mantenho o que disse e direi sempre. As condições que aqui nos são dadas são incríveis. Sentes que te dão tudo, mesmo quando uma jogadora não é 100% profissional, porque não pode viver apenas do hóquei."

Objetivos da temporada

"A nível profissional, o objetivo é ganhar todas as competições que há para ganhar, este é objetivo do Clube no que diz respeito ao hóquei feminino. Depois, quero manter-me bem desportivamente e fisicamente, continuar a ir ao ginásio e trabalhar bem nos treinos para corresponder às exigências dos jogos e render dentro da pista."

Marta Piquero

Desempenho na Taça Europeia

"Estou confiante que seja possível marcar presença na final four da competição e que iremos dar muito trabalho a todas as equipas que nos defrontem, porque esta prova é difícil e é a que todas as equipas querem ganhar. Acredito que qualquer uma das quatro formações que assegurem presença na próxima fase da competição terá capacidade de ganhar a prova, porque existem jogadoras muito boas em todas elas, e nós queremos muito estar nesse top 4. Neste momento, na fase de grupos, talvez a equipa do Voltregà seja a que mais dificuldades nos pode colocar, assim como nós a elas. Vamos estudá-las, treinar e trabalhar de forma a conseguirmos fazer parte das melhores quatro equipas da Europa."

Jogo europeu em casa com o CS Noisy Le Grand

"Trata-se de uma prova que todas as equipas querem ganhar, e no próximo jogo, frente ao Noisy [no sábado, dia 25 de janeiro, às 19h30], deixo aqui o meu apelo aos adeptos do Benfica para comparecerem em força no Pavilhão, e que nos ajudem a ganhar nesse jogo da Liga Europeia importante para as nossas contas."

Marta Piquero

Apoio dos adeptos na modalidade

"Compreendo que nem todos os jogos sejam interessantes, porque alguns adversários são mais acessíveis do que outros, mas gostava muito de ver mais adeptos presentes nas bancadas do Pavilhão em todos os desafios, como aconteceu na altura do jogo com as espanholas do Voltregà, em que a massa associativa apareceu em força. Por isso mesmo, todas nós estamos muito gratas aos adeptos que nesse dia nos vieram dar uma grande força extra, que nos levou para a vitória."

Texto: Ana Cristina Soares

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar