24 de janeiro de 2020, 18h04

🎥 Foco na Mata Real

Futebol

Taarabt e Cervi falaram à Comunicação Social à margem de uma visita ao Hospital da Luz.

UMA VISITA ESPECIAL

É com os pés bem assentes no chão e com "respeito pelo adversário" que o Benfica parte para o jogo da 18.ª jornada da Liga NOS no terreno do Paços de Ferreira. Taarabt e Cervi foram as vozes de um grupo ambicioso e focado "num jogo de cada vez".

"A nossa expectativa é a mesma: ganhar. Queremos ganhar todos os jogos e este não é exceção. Temos, obviamente, todo o respeito pelo adversário, mas vamos entrar no jogo com essa ambição", garantiu Taarabt, à Comunicação Social, à margem da visita desta sexta-feira às áreas de Internamento Pediátrico e da Unidade de Cuidados Paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa.

Taarabt e Cervi no Hospital da Luz

Na liderança do Campeonato Nacional, com uma vantagem de sete pontos para o segundo classificado FC Porto, o médio marroquino mostrou-se cauteloso.

"Pensamos jogo a jogo e isso não vai mudar. Temos mais sete pontos, mas estamos focados num jogo de cada vez. Depois, logo se vê…", atirou o camisola 49 do Benfica, que falou ainda sobre a "concorrência" no meio-campo encarnado com a chegada do alemão Weigl.

"É o Benfica, um grande clube, portanto, sabemos que a concorrência está sempre lá. Mas qualquer jogador que acrescente qualidade é bem-vindo e acredito que juntos vamos poder criar muitas coisas", comentou.

"Estou aqui, preparado para quando o míster me chamar, seja qual for a posição estou pronto para dar 100 por cento pelo clube. Estou feliz e focado nesta época. Estamos num bom caminho e que continuemos assim", desejou.

Taarabt recordou que está à porta "fevereiro, um mês decisivo e com muitos jogos", incluindo da Liga Europa.  

"Estamos a ir jogo a jogo, mas julgo que tínhamos equipa para passar o grupo da Liga dos Campeões. Agora estamos na Liga Europa e sabemos que fevereiro vai ser um mês decisivo, com muitos jogos. Vamos trabalhar para o ultrapassar", reforçou o marroquino que, ao lado de Cervi, visitou as áreas de Internamento Pediátrico e da Unidade de Cuidados Paliativos do Hospital da Luz.

"São pessoas que estão a sofrer e nós estamos aqui e mostrar-lhes que as apoiamos nestes momentos difíceis. É um prazer estar aqui e poder ajudar estas pessoas", rematou.

Taarabt e Cervi no Hospital da Luz

Cervi: "Gosto muito do Benfica e sempre quis ser feliz aqui"

Tal como Taarabt, também Franco Cervi se mostrou feliz e até algo emocionado com a presença no Hospital da Luz. O camisola 11 da equipa comandada por Bruno Lage sentiu na pele o que significa a presença do Benfica junto dos pacientes da Unidade Hospitalar.

"Sinto-me muito feliz por estar aqui no Hospital e por ter podido dar uma alegria aos doentes que aqui estão. Para nós é muito importante. Viemos aqui para dar o nosso apoio e trazer alguma alegria", disse, em declarações aos muitos jornalistas presentes.

À margem da visita, o médio argentino que atravessa um excelente momento de forma, revela como se tem sentido e qual o segredo.

"Sinto-me muito feliz e é continuar a trabalhar e a pensar no melhor para o Clube que é o mais importante", avançou e explicou o que mudou desde um início de temporada, onde na altura não foi tão feliz como agora…

"O futebol é um desporto que muda muito! No início da época não tive tantas oportunidades, mas trabalhei muito para que quando tivesse uma oportunidade a aproveitasse bem. Agora é continuar a trabalhar porque isso é o mais importante", explicou à Comunicação Social.

Taarabt e Cervi no Hospital da Luz

Rafa recuperou de lesão, regressou às opções de Bruno Lage e Cervi foi questionado face a uma possível perda de espaço no onze. A resposta não tardou e foi taxativa!

"Não, não sinto! Estamos muito contentes com o regresso de Rafa à equipa porque é um jogador muito importante. Vimos no último jogo, ele entrou e marcou dois golos muito importantes num Estádio difícil. Estamos muito contentes com o seu regresso e eu só tenho de continuar a trabalhar", asseverou o argentino.

Olhando em frente, o Benfica arranca a 2.ª volta com 7 pontos de avanço sobre o 2.º classificado, mas "não são favas contadas", aliás, nada está ganho.

"Vai começar a 2.ª volta e temos de continuar como o míster diz e como todos pensamos: é jogo a jogo e ainda falta muito. Temos de nos concentrar agora no jogo de domingo, frente a um rival complicado, e é trabalhar até ao final", explicou.

A fechar, uma revelação e um sentimento que nos une…

"Tive oportunidade de sair, tive outros clubes interessados em mim, mas eu sempre pensei em ficar e trabalhar. Gosto muito do Benfica e sempre quis ser feliz aqui", concluiu Cervi.

Texto: Filipa Fernandes Garcia e Sónia Antunes

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica

 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar