18 de março de 2020, 17h23

Telma Monteiro: "Jogos Olímpicos deveriam ser adiados"

Jogos Olímpicos

Judoca do Sport Lisboa e Benfica não concorda com a decisão do Comité Olímpico Internacional – que mantém a data inicial das Olimpíadas –, vincando a imprevisibilidade da situação pandémica vivida.

A decisão foi comunicada na terça-feira e está longe de gerar consenso! Apesar da pandemia de Covid-19, e com o mundo em suspenso, o Comité Olímpico Internacional decidiu manter a realização dos Jogos na capital japonesa (24 de julho a 9 de agosto), justificando que não é preciso tomar decisões drásticas nesta altura. Telma Monteiro não concorda.

Medalhada olímpica (a única portuguesa!) no Rio de Janeiro em 2016, e com os quintos Jogos no horizonte, a judoca do Sport Lisboa e Benfica quer o adiamento de Tóquio 2020.

"Parece-me que esta decisão – Jogos Olímpicos manterem-se na data prevista – é tomada a prever um cenário muito otimista, face à propagação e contaminação da Covid-19. É uma leitura incorreta, porque não se sabe quanto tempo falta para se controlar este vírus global. Penso que os Jogos Olímpicos deveriam ser adiados para mais tarde", explicou Telma Monteiro ao Site Oficial do Clube.

E os motivos para esta tomada de posição são claros e objetivos!

"Não está a ser tido em consideração todo o processo até chegar o dia da cerimónia de abertura. Onde fica a igualdade de oportunidades, que, no fundo, está contida nos valores olímpicos de Coubertin? Neste momento, e no mínimo nas próximas semanas, os atletas ou estão em casa e têm poucas condições para treinar, ou estão a treinar muito condicionados. Como poderão preparar-se e lutar pela qualificação aqueles que ainda não a alcançaram?", questionou a judoca.

Golden League Benfica

"Decisão foi tomada com base num cenário hipotético"

E não é só o judo que está em causa... "Aliás, a qualificação olímpica de muitos desportos está suspensa, as competições foram desmarcadas ou adiadas. Manter os Jogos Olímpicos na data prevista compromete as opções que as federações internacionais de cada modalidade poderiam ter para proporcionarem alterações de modo que decorresse um apuramento olímpico justo para todos", vincou a atleta.

Apesar de se manter otimista, Telma Monteiro acredita que, apesar da decisão emanada do COI, "a data acabará por ser alterada".

"Esta decisão foi tomada com base num cenário hipotético daqui a quatro meses, quando deveria ser focada no momento atual. Sinceramente, estou convencida de que a data acabará por ser adiada. Quero muito pensar com otimismo, em Portugal estamos habituados a ser resilientes, mas há que aguardar, porque estamos sempre a falar de algo imprevisível", concluiu.

Até decisão em contrário, a XXXII edição dos Jogos Olímpicos irá decorrer entre 24 de julho e 9 de agosto de 2020 em Tóquio. Esta será a segunda vez que a capital nipónica acolhe as Olimpíadas, depois de ter sido o palco do evento em 1964. 

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar