24 de março de 2020, 15h56

Ana Oliveira: "Este é o tempo para sermos ainda mais racionais e menos emocionais"

Projeto Olímpico

Eis como vencer a pandemia de COVID-19, segundo a diretora do Benfica Olímpico, numa mensagem forte, deixada na News Benfica desta terça-feira, horas antes de ver concretizado algo que defendia de forma vincada, o adiamento dos Jogos Olímpicos.

No editorial da News Benfica desta terça-feira (online às 11h30), a diretora do Benfica Olímpico vincou a sua posição relativamente às Olimpíadas, quando o mundo enfrenta a pandemia de COVID-19. "Falta cancelar a competição mais importante, os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020." Ao início da tarde, o Comité Olímpico Internacional (COI) oficializou o inevitável: o adiamento para 2021.

O anúncio formal foi feito num comunicado partilhado na conta de Twitter oficial do Comité Olímpico Internacional às 12h46. "Dadas as circunstâncias, o presidente do COI e o primeiro-ministro do Japão concluíram que os Jogos Olímpicos de Tóquio têm de ser adiados para uma data posterior a 2020, mas nunca para lá do verão de 2021, na salvaguarda da saúde dos atletas e de todas as pessoas envolvidas nos Jogos Olímpicos e de toda a comunidade internacional", pode ler-se na nota. A competição ficará com o nome de Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020.

Ana Oliveira

"O mais importante é continuarmos seguros e protegidos. Juntos, seguimos o caminho certo"

"O mundo mudou em alguns meses", alertara Ana Oliveira na News Benfica. "Este é o tempo para sermos ainda mais racionais e menos emocionais", fundamentou a diretora do Benfica Olímpico.

"Numa Missão Portuguesa que possivelmente previa uma participação olímpica entre 70 a 90 atletas nacionais, o Sport Lisboa e Benfica integrou no seu projeto 36 atletas (18 do atletismo, um do taekwondo, três da natação, cinco do judo, cinco da canoagem e quatro do triatlo). Até meados de março, perto de metade do 'Benfica Olímpico' estava em posição de apuramento. Os restantes atletas, de acordo com os respetivos critérios, continuavam empenhados em chegar a Tóquio, percurso que, entretanto, foi interrompido pela pandemia e coerente cancelamento das competições nacionais e internacionais", contextualizou Ana Oliveira, frisando então a necessidade de adiamento dos Jogos Olímpicos.

Virando o ângulo do comentário para a realidade do Sport Lisboa e Benfica, Ana Oliveira elogiou a forma célere e organizada como o Clube reagiu à pandemia, mostrando, mais uma vez, ser exemplo e exemplar.

"Resultado de uma direção e liderança 'à Benfica', multidisciplinar, informada, esclarecida e preocupada que nos informa, orienta e protege, todos continuamos em casa e de quarentena, desde o dia 12. Estamos gratos por isso! Mais unidos e solidários que nunca, os atletas, também os residentes em centros de estágio ou residentes no estrangeiro, regressaram para junto das suas famílias e desde então, através de um contacto permanente com a Direção dos Recursos Humanos (DRH) e a Human Performance Department (HPD) do Benfica, têm recebido um apoio incondicional das nossas equipas multidisciplinares", precisou Ana Oliveira.

Taça dos Clubes Campeões Europeus

"Mais unidos e solidários que nunca"

O Benfica Olímpico está em casa, algo transversal a todo o Benfica, com os atletas a darem diariamente o seu melhor para se manterem em forma para o regresso às competições. Contudo, neste momento, há outros valores que se levantam.

"Para já, o mais importante é continuarmos todos seguros e protegidos, e para isso é determinante mantermo-nos unidos e bem informados, assim como 'comandados' através de uma liderança democraticamente eleita, para que juntos possamos fortificar a nossa disciplina e aguardar pela tal vacina para a COVID-19, que nos poderá libertar de novo para um mundo que, para o bem ou para o mal, dificilmente voltará a ser igual", concluiu a diretora do Benfica Olímpico.

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar