27 de março de 2020, 21h08

"O Benfica concorda e aplaude a decisão da FPF"

Futebol

Pedro Mil-Homens, diretor-geral do futebol formação do Clube, comentou a resolução, conhecida nesta sexta-feira, de cancelamento de todos os campeonatos de formação nesta época por causa da pandemia de COVID-19.

DECLARAÇÕES

A deliberação da Federação Portuguesa de Futebol, revelada nesta sexta-feira, de cancelar os campeonatos de formação na corrente época desportiva devido à pandemia de COVID-19 merece a concordância e o aplauso do Sport Lisboa e Benfica.

"O Benfica não só está de acordo como aplaude esta decisão da Federação Portuguesa de Futebol. E acha até que esta decisão podia ser o exemplo para aquilo que outras federações desportivas em Portugal deveriam fazer", argumentou Pedro Mil-Homens, diretor-geral do futebol formação do Clube, em entrevista à BTV.

Qual é o entendimento do SL Benfica sobre o cancelamento dos campeonatos de formação desta época, uma resolução comunicada nesta sexta-feira pela Federação Portuguesa de Futebol?

O Benfica não só concorda como aplaude de forma efusiva esta decisão. Num momento em que atravessamos talvez o período mais difícil de sempre da vida de todos os portugueses, temos de concentrar os esforços de todos nós, das famílias, naquilo que é essencial. E o essencial é preservar a saúde, é livrar cada um de nós da possibilidade de infeção. O que considero residual era estar a imaginar quando poderíamos terminar uma competição. O Benfica não só está de acordo como aplaude esta decisão da Federação Portuguesa de Futebol. E acha até que esta decisão podia ser o exemplo para aquilo que outras federações desportivas em Portugal deveriam fazer.

Pedro Mil-Homens Benfica Estádio da Luz BTV

"O que importa é que haja vida e saúde, o bem mais essencial do ser humano"

Tomada esta decisão, como ficam as equipas do Benfica?

Continuam a trabalhar. A decisão da Federação inclui apenas os escalões de formação, de Sub-19 para baixo. Todos estes jovens têm, para além da tarefa desportiva, obrigações escolares a cumprir, e podem agora concentrar-se um pouco mais nelas. O nosso trabalho de contacto diário continuará, mas pensando um pouco mais na próxima época. Vão concentrar-se no que é essencial nesta altura, mantendo níveis de preparação física, mas que reduzam um pouco uma certa e natural ansiedade sobre quando vamos regressar. Com esta decisão, a Federação disse a todos nós que vamos voltar a treinar e a competir, com saúde, na próxima época. As equipas ficarão mais tranquilas, tal como as famílias, porque sabem onde é que a atividade diária dos seus filhos se deve concentrar. Pela nossa parte, vamos continuar em contacto com todos eles, é assim que temos feito em todas as áreas (técnica, física, nutrição, psicologia...). É muito importante, por exemplo, acompanhar jovens que residem sozinhos. São jovens estrangeiros, a alguns abrir-se-á a possibilidade para, em condições de segurança, regressarem aos seus países, mas disso trataremos a seguir, porque a notícia é de hoje.

Em termos práticos, esta decisão da FPF significa que a época desportiva acaba por não contar...

É verdade, mas o mais importante é contar o bem mais essencial da vida de todos nós, que é a nossa saúde, o facto de estarmos vivos. Sem estarmos vivos não há desporto. Um campeonato de Iniciados, de Juvenis, ou o que quer que seja, não tem o menor significado face à dimensão do desafio que a sociedade portuguesa enfrenta neste momento. O futebol soube dar o exemplo daquilo que é essencial e do que é residual. As competições seniores continuam suspensas, e refiro-me aqui aos Sub-23 e à Equipa B. Vamos esperar e ver o que vai acontecer nesse domínio. Referindo-me à formação, dos Sub-19 para baixo, acho que qualquer título para qualquer clube não tem o menor significado, considerando o que é o desafio que a sociedade portuguesa tem à sua frente.

Pedro Mil-Homens Benfica Estádio da Luz BTV

"UEFA deveria tomar decisão definitiva sobre provas europeias em cima da mesa"

O que é que acontece com as competições internacionais, nomeadamente a Youth League? Há novidades?

Não, ainda não há novidades. A UEFA continua a fazer perguntas sobre os timings das federações nacionais. Ainda hoje tivemos de responder a um email, dar informação sobre algo que eles não sabiam. A UEFA queria saber quantas jornadas faltavam para terminar o nosso campeonato, quando é que a nossa pré-época se iniciaria. Sei que a UEFA tem uma reunião na próxima quarta-feira... Quem sou eu, mas, se pudesse deixar aqui um apelo, acho que a UEFA deveria tomar uma decisão definitiva sobre todas as provas europeias que neste momento estão em cima da mesa. Há bens mais importantes do que a competição da Youth League, o apuramento para o Europeu Sub-19 ou Sub-17. Precisamos de salvar a situação que a Europa vive. A UEFA, se congrega todas as federações europeias nacionais, deveria dar esse exemplo. Já vimos o Campeonato da Europa Sub-20 adiado, já vimos a maior organização desportiva do mundo (os Jogos Olímpicos) adiada. A UEFA deveria dar um sinal rápido, para também nos ajudar a tranquilizar, e perceber que não há condições para voltar a pensar em terminar a Youth League neste ano, ou as fases de apuramento para os Campeonatos da Europa, que ficarão suspensos, para o ano que vem. O que importa é que haja vida e saúde, que é o bem mais essencial do ser humano.

Fotos: SL Benfica / Arquivo

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar