Modalidades

27 agosto 2020, 13h50

Rui Lança

Numa partida à porta fechada, a equipa de sénior masculina de andebol do SL Benfica recebe neste sábado o Fivers da Áustria, em jogo a contar para 1.ª Ronda de Qualificação da EHF European League. O encontro europeu marca o regresso dos jogos oficiais nos pavilhões da Luz após a interrupção das competições em março.

Face às peculiaridades inerentes a uma partida sem público, Rui Lança mostrou-se expectante sobre o desenrolar dos acontecimentos.

"Vamos ter aqui um fator surpresa que é perceber como é que os atletas vão conviver com o facto de jogarmos num pavilhão totalmente vazio, em que não vai haver o apoio por parte do público. Acredito que quando o jogo começar os atletas vão focar-se naquilo que é o objetivo principal, que é ganhar. Também acredito que antes de o jogo começar haverá aqui um fator diferente, porque a verdade é que esta competição, como toda a prática sénior que vai começar, depende muito do saber estar dos atletas naquilo que é a sua vida fora dos pavilhões. A EHF está a tentar minimizar o impacto desta situação por que estamos a passar, mas há situações impossíveis de controlar porque também não sabemos onde é que os envolvidos no jogo vão estar e com quem até ao momento do jogo", frisou, em declarações à BTV.

Rui Lança Declarações 27 de agosto

"Quisemos participar em termos europeus, fizemos muita força para estar"

Além da realização do encontro à porta fechada, outras medidas de segurança serão implementadas e cumpridas no decorrer do evento que terá transmissão assegurada pela BTV, a partir das 15h00.

"O número de pessoas da organização a assistir será muito reduzido. Vai haver um maior controlo da comunicação social que vem, no sentido de perceber quem são, por onde é que vão andar, quando é que entram, quando é que saem e tudo isso será sempre um fator novo para todos. Não sei se isto se vai manter por mais um mês ou mais uma época desportiva, mas a própria organização da competição também terá esse papel de nos ir informando destes cuidados. Isto também varia, pois segundo o país onde estamos há regras que se sobrepõem à EHF. Há países que já aceitam público, outros não. Isto também será uma novidade para nós, porque as regras do jogo serão as mesmas, mas a organização será diferente consoante o contexto em que vamos estar", explicou o diretor das modalidades coletivas de pavilhão.

“Quisemos participar em termos europeus, fizemos muita força para cá estar e agora vamos perceber como é que a competição se vai desenrolar, poderá haver jogos adiados ou competições que não cheguem ao fim na data prevista”, rematou.

Rui Lança Declarações 27 de agosto

"Segundo o país onde estamos há regras que se sobrepõem à EHF"

Formação

Se aos poucos a atividade sénior está a ser retomada, diferente é o caso dos escalões de formação onde as regras, para já, não permitem a retoma das competições.

"Estão suspensas até que existam orientações em contrário. Vamos aguardar, perceber também quando é que as escolas regressam. Neste momento, infelizmente a formação estará suspensa daquilo que são os treinos normais. Vamos ter um ano atípico, um ano diferente, e acima de tudo será difícil fazer um planeamento a longo prazo, com a consciência de que tudo isto poderá mudar", referiu Rui Lança.

Fotos: David Martins / SL Benfica

Última atualização: 27 de agosto de 2020

Patrocinadores Andebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar