4 de setembro de 2020, 17h09

Eugénio Rodrigues: "Primeiras sensações são boas, há muita vontade"

Basquetebol Feminino

Entusiasmado pelo novo projeto, o treinador explicou como tem sido o início dos trabalhos de pré-época da equipa feminina de basquetebol do Benfica.

Com vários títulos no seu palmarés, Eugénio Rodrigues tem agora um novo desafio pela frente. No comando da equipa feminina de basquetebol do Benfica, o técnico revelou como têm sido as primeiras sensações.

"Vamos no quarto treino, por isso estamos ainda a solidificar várias questões. Estamos a trabalhar nos fundamentos do que será a base de toda a construção ofensiva. As sensações são boas. As atletas estão focadas, têm muita atitude e nota-se que há muita vontade de fazer melhor", elaborou, em declarações exclusivas aos meios de comunicação oficiais do Clube.

O treinador de 50 anos, que conta com passagens pelo estrangeiro, já foi Selecionador Nacional A e de Sub-20, e nos últimos dois anos orientou o Olivais FC. Conquistou quatro títulos (Campeonato, Supertaça, Taça de Portugal e Taça Federação), e ainda assim mostra-se espantado e encantado com o que encontrou no Benfica.

Eugénio Rodrigues Benfica Basquetebol feminino

"É um clube com muito profissionalismo, e, quando assim é, torna-se muito fácil adaptarmo-nos. Há coisas que são surpreendentes pela positiva. Por muito que estejamos à espera, a dimensão de um clube acaba sempre por nos surpreender. Nesse aspeto, o Benfica é muito maior do que aquilo que estava à espera", confessou.

Devido à COVID-19 os treinos tiveram de ser planeados de outra forma. As jogadoras mantiveram um bom índice físico, e isso, para Eugénio Rodrigues, é de louvar.

"Estivemos seis meses fora, e por muito que trabalhemos, e bem, fora do campo, não é a mesma coisa. Nota-se que do ponto de vista cardiovascular as jogadoras estão bem. Foram conscientes, profissionais e trabalharam durante esta pausa, mas não é o mesmo. O basquetebol tem um tipo de intensidade bastante específica. Esta é uma fase delicada porque é de muitas cargas e de algum esforço acrescido. É preciso saber gerir muito bem esta questão para depois não termos lesões, sobretudo derivadas do 'overtraining'", explanou.

Eugénio Rodrigues Benfica Basquetebol feminino

A equipa do Benfica reforçou-se e já conta nos treinos com as presenças de Carolina Gonçalves, Altia Anderson e Japonica James. Para além destas três atletas, Ana Barreto (júnior) também faz parte dos planos do técnico português para atacar a temporada 2020/21.

"A Carolina é uma jogadora internacional. É uma atleta com percurso de seleções, eu treinei-a inclusive nas Sub-20. Tem muito a provar, mas já tem tarimba. A Ana Barreto é mais jovem, ainda Sub-19, e tem um percurso ainda grande para fazer. Relativamente às americanas, já as conhecíamos antes de as trazer para cá. Foi com base no scouting. Ainda estamos muito no início, mas, para já, estamos muito satisfeitos com elas", comentou.

Relativamente a objetivos traçados para o primeiro ano ao leme do plantel benfiquista, Eugénio Rodrigues foi perentório na resposta e acredita que ser campeão nesta casa terá um gosto completamente diferente.

Eugénio Rodrigues Benfica Basquetebol feminino

"O objetivo é fazer a transferência para o Benfica daquilo que tem sido o meu percurso. Quero tentar reproduzir esses resultados nesta casa. O Benfica é um clube ímpar no desporto nacional e internacional. Imagino que ser campeão aqui terá um impacto completamente diferente do que noutro sítio qualquer", finalizou.

Texto: Diogo Nascimento

Fotos: David Martins / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar