Casas Benfica

28 maio 2021, 17h04

Pelas Casas do Benfica, Oleiros e Idanha-a-Nova

REPORTAGEM BTV

Duas Casas em campo num duelo de futsal sénior pela representatividade do distrito de Castelo Branco em competições nacionais? Sim, e é já neste sábado, dia 29 de maio. As embaixadas do Clube em Oleiros e em Idanha-a-Nova unem-se pelo emblema e há um vencedor antecipado: o convívio à Benfica!

"São duas Casas do Benfica a disputar o primeiro lugar, sendo que estamos empatados [na classificação do campeonato distrital da Associação de Futebol de Castelo Branco], com dois jogos e duas vitórias. Dentro do campo há a rivalidade normal, sempre com respeito mútuo, e nós queremos ganhar. No final, fazemos um convívio à Benfica", revelou o presidente da Casa de Oleiros (n.º 215), António Mendes, no programa "Pelas Casas do Benfica" desta semana, da BTV.

Casas Benfica

A concluir o seu segundo campeonato como treinador da equipa de futsal de Oleiros, Bruno Santos (na fotografia abaixo) faz um balanço das duas épocas e aponta para a importância da aposta na modalidade.

"O balanço é extremamente positivo. Na época passada, devido à pandemia, não chegámos ao fim e estávamos bem posicionados para disputar o play-off. Neste ano disputamos o mesmo objetivo, queremos chegar à final do campeonato distrital da Associação de Futebol de Castelo Branco", apontou o treinador da equipa que visita o "rival" de Idanha-a-Nova.

"O apoio da Casa do Benfica no nosso concelho é extremamente importante. É a única instituição que apoia a modalidade e é uma mais-valia para a região e para os próprios atletas, tanto seniores como jovens. Se não fosse este apoio muitos deles não tinham oportunidade de jogar", acrescentou Bruno Santos.

Casas Benfica

Do outro lado, um presidente experiente em campeonatos de futsal nas camadas mais jovens e com vontade de ganhar pelos seniores, uma aposta recente em ambas as Casas.

"É bastante gratificante estar neste patamar com o apoio da Casa do Benfica. Começámos com um projeto individual através das camadas jovens, temos duas equipas a competir, já fomos duas vezes vice-campeões distritais, e agora queremos ganhar um campeonato", comentou o presidente do espaço encarnado em Idanha-a-Nova (n.º 198), Max Ruivo.

Casas Benfica

"Levar o emblema do Benfica para campo e representar o símbolo é uma responsabilidade. Falamos do Clube e isso pesa sempre. É interessante as instituições terem um nome em comum, no entanto, há muita rivalidade entre as equipas. Ninguém gosta de perder, mas no final, como desportistas, o que interessa é sentirmos orgulho e prazer de representar o Benfica", realçou o treinador da equipa de futsal da Casa de Idanha-a-Nova, Paulo Pinto.

Casas Benfica

Texto: Rafaela Certã Alves
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 28 de maio de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar