Reportagem

06 maio 2022, 12h13

Casa Benfica Tomar

REPORTAGEM BTV

Na fascinante e histórica cidade templária de Tomar, há 67 anos, precisamente a 28 de abril de 1955, nascia a embaixada n.º 3 do Sport Lisboa e Benfica. No dia em que se celebrou a efeméride relembrou-se o passado e olhou-se para o futuro, tudo mostrado pelo programa "Pelas Casas do Benfica", da BTV.

"A embaixada nasceu para haver um local onde os Benfiquistas de Tomar se pudessem juntar e conviver. Hoje temos de olhar para trás e ter uma palavra de agradecimento a todos os corpos sociais que passaram pela Casa. Temos a consciência que é uma história bonita, porque somos o Benfica", disse Abel Bento, presidente do braço armado do Clube.

Pelas Casas do Benfica

Ao longo dos seus 67 anos, a Casa Benfica Tomar enfrentou adversidades, esteve, inclusive, encerrada durante cerca de uma década, mas reabriu portas e desempenha um papel fundamental a nível social.

"O papel social que as Casas Benfica têm às vezes não é valorizado. As pessoas olham como um espaço onde se vem ver futebol. A nossa Casa está inserida em pleno espaço urbano e combate a solidão. Tem também uma dimensão intergeracional. Há uma passagem da cultura benfiquista e do que é ser tomarense, da nossa história. Tem um papel didático na comunidade", explicou Anabela Freitas, presidente da Câmara Municipal de Tomar.

Pelas Casas do Benfica

"Já teve várias formas e agora está efetivamente ativa. O importante é ser um espaço de convívio entre pessoas de diversos estratos sociais que têm uma coisa que as une, o Benfica", acrescentou.

Em outubro de 2020, a embaixada inaugurou a nova imagem, um aspeto que Abel Bento frisou dar "ambiente de Estádio da Luz" em dias de jogo. "É como estar em casa", enalteceu.

Pelas Casas do Benfica

Além disso, e uma das grandes mudanças ao longo dos anos, a Casa tem sistema de bilhética e merchandising, uma das valias para combater o período de pandemia.

"A parte dos bilhetes é fundamental para a Casa. Temos também o merchandising, que ajuda muito depois destes dois anos de pandemia. São muitos anos, teve fases difíceis, mas sobreviveu e há de sobreviver muitos mais anos", apontou José Coruche, secretário da Direção.

Pelas Casas do Benfica

No jantar de celebração do aniversário da Casa Benfica Tomar, além do vice-presidente do Clube, Domingos Almeida Lima, e do diretor do departamento das Casas, Jorge Jacinto, marcou presença Toni, glória do Benfica, figura enobrecida pelo vice-presidente da embaixada.

"O Toni simboliza o Benfica. Somos um clube do povo e ele dá-nos essa imagem como jogador e treinador. Sempre deu tudo pelo Benfica", afirmou António Dias.

Pelas Casas do Benfica

"Há uma história por trás e não se pode apagar. Sessenta e sete anos de vida é uma marca importante. As Casas Benfica são a força motora de um clube mítico e universal como é o Sport Lisboa e Benfica", elogiou Toni.

Quanto ao futuro, Abel Bento referiu não se recandidatar à presidência da Casa Benfica Tomar, mas deixou uma garantia: "Acabamos o mandato neste ano, mas enquanto aqui estivermos vamos de tudo fazer para a Casa se manter ativa, para que cresça e evolua."

Texto: Rafaela Certã Alves
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 19 de maio de 2022

Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar