Joaquim Ferreira Bogalho

15/03/1952 – 30/03/1957

O “Homem do Estádio”

Foram cinco anos sempre a um nível elevado permitindo modernizar o Clube lançando-o rumo à excelência.
“Águia de Ouro” desde 1938, chegou à presidência com um objetivo: construir o Estádio. As obras iniciaram-se em 14 de junho de 1953 e foi inaugurado em 1 de dezembro de 1954, com dois anéis e 35 mil lugares. Nessa “Epopeia do Estádio”, galvanizou os adeptos para a sua viabilização. Conquistou por duas vezes, campeonato e Taça de Portugal na mesma época. O número de sócios, mais que duplicou, entre 1951 (16.534) e 1956 (36.839). Nas Bodas de Ouro (1954), com o treinador Otto Glória, profissionalizou o futebol, contratou excelentes futebolistas e criou o Lar do Jogador.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar