Jorge Artur Rego de Brito

24/04/1992 - 07/01/1994

Mandato reduzido por problemas financeiros

Uma gerência marcada pela instabilidade provocada pelos acontecimentos do verão de 1993 que não permitiu a conclusão do mandato trienal.
Vice-presidente no segundo mandato de João Santos, ao qual prestou decisivo apoio financeiro, teve a gerência interrompida: prevista para findar em meados de 1995, terminou com a antecipação das eleições. No final de 1993, em Assembleia Geral, demitiu-se na sequência das dificuldades financeiras no verão desse ano. Realizou muitos e relevantes préstimos, desde a oferta anónima da pista de atletismo (1974) ao suporte financeiro para aquisição de futebolistas e à aposta no ecletismo. O futebol conquistou a Taça de Portugal (1993). Foi “Águia de Ouro” (1973).

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar