Símbolos

Um emblema que corre o mundo

O Emblema do Benfica é, sem dúvida alguma, a sua imagem de marca. Tal como a maior parte das tradições e símbolos do Clube, o emblema foi elaborado entre 13 de dezembro de 1903, quando surgiu a ideia de criar o Clube e a data da sua fundação, a 28 de fevereiro de 1904.

O tom, a vivacidade e a alegria da cor das suas camisolas, a águia como símbolo da sua independência, autoridade e nobreza, uma roda da bicicleta que representa o ciclismo como uma das primeiras modalidades do clube, a bola de futebol e a legenda de união e força conjunta - E Pluribus Unum (de todos um). Eis o nosso símbolo que tem deixado marca em Portugal e no mundo.

Emblema do Sport Lisboa

Fundado em 28/02/1904 e que juntamente com o Grupo Sport Benfica, deram origem ao Sport Lisboa e Benfica.

Emblema do Grupo Sport Benfica

Fundado em 26/07/1906 e que juntamente com o Sport Lisboa, deram origem ao Sport Lisboa e Benfica.

Emblema do Sport Lisboa e Benfica entre 1908 e 1930

Este símbolo resulta da união entre o Sport Lisboa e o Grupo Sport Benfica, levando apenas a que se juntasse a roda de bicicleta ao emblema do Sport Lisboa.

 

Emblema do Sport Lisboa e Benfica entre 1930 e 1999

Ao longo o tempo, o emblema foi sofrendo algumas alterações de reajustamento estilístico e, a partir de 1930, o emblema ganha praticamente a estética final que conhecemos hoje em dia. Em 1999 é ligeiramente reformulado respeitando, ainda assim, as linhas originais. Ganhou, nessa alteração, um reposicionamento da águia.

 

Emblema atual do Sport Lisboa e Benfica desde 1999

O emblema atual resulta da sobreposição de dois emblemas e não de uma fusão com a criação de um outro símbolo. O emblema do Benfica tem uma composição fortemente simbólica, a saber:

  • Um escudo bipartido com as cores do equipamento, a metade esquerda de cor vermelha e a direita de cor branca e que significam alegria, colorido e vivacidade como base de entusiasmo na luta em desporto;
  • Ao meio do escudo, um listão com a abreviatura (sigla) do nome do Clube, sobre uma bola de futebol, a principal razão de ser da nova agremiação desportiva;
  • Ao encimar o escudo uma águia de asas abertas, animal heráldico de grande significado autoridade, força, vitória e orgulho, símbolo de elevação de propósitos e de espírito de iniciativa;
  • Por baixo da águia, nas suas garras, entre ela e o escudo, uma faixa com a divisa E Pluribus Unum. Ao que parece, a divisa teria sido escolhida ou sugerida por Félix Bermudes, fazendo a apologia da união e do espírito de família que caracterizou a criação do Clube.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar