João Tamagnini de Sousa Barbosa

25/01/1947 – 29/01/1949

Faleceu na presidência da Direcção

Quando havia condições para pacificar o Clube, o infortúnio atingiu o Benfica, com o falecimento do presidente da Direção.
Presidente da Assembleia Geral em 1946/47, foi decisivo para a serenidade do Clube após as eleições anteriores, em 1946. Continuou com as diligências para a construção do futuro estádio, cada vez mais urgente devido à escassa lotação do Campo Grande. Com 15 mil sócios, não eram admitidos mais! Engenheiro militar e ativo na política desde a queda da Monarquia, foi ministro na I República (três décadas antes), chegando a Chefe do Governo após o assassinato de Sidónio Pais. Foi reeleito em 30 de janeiro de 1948, mas não terminou o mandato, pois faleceu em 15 de dezembro.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar