Futebol

17 novembro 2018, 21h49

Pizzi foi titular em Milão

As Seleções Nacionais de Itália e de Portugal enfrentaram-se na noite de sábado na 3.ª jornada do Grupo 3 da Divisão A da Liga das Nações. Em San Siro, com os benfiquistas Pizzi e Rúben Dias no onze, o nulo no marcador foi suficiente para garantir o objetivo.

Com este resultado, e depois de duas vitórias nos dois primeiros desafios, a formação comandada por Fernando Santos assegura presença na final four da Liga das Nações (Divisão A), que vai ser organizada no País (Porto e Guimarães).

Primeira parte muito complicada para a Seleção, com a Itália a dominar as operações, dispondo de várias oportunidades para inaugurar o marcador.

Numas das poucas situações em que Portugal se conseguiu acercar com perigo da baliza de Donnarumma (depois da boa oportunidade de Bruma, aos 12’), a jogada teve assinatura das duas águias em campo: minuto 44, Pizzi colocou a bola na área, Rúben Dias tentou o desvio de cabeça, mas sem perigo, mantendo-se o nulo ao intervalo.

Na segunda metade, a toada manteve-se, com a reação dos Campeões da Europa a surgir apenas após os 70 minutos, numa exibição global algo apagada. O empate chegava para o objetivo… e foi precisamente o que aconteceu! O marcador não mexeu e, com o nulo, Portugal carimbou presença na final four da competição.

Onze de Portugal: Rui Patrício; Cancelo, Rúben Dias, José Fonte e Mário Rui; Rúben Neves, William Carvalho e Pizzi (João Mário, 68’); Bernardo Silva, Bruma (Raphael Guerreiro, 85’) e André Silva (Danilo, 90’).

Suplentes não utilizados: Beto, Luís Neto, Renato Sanches, Éder, Rafa Silva, Bruno Fernandes, Gonçalo Guedes e Cédric.

Texto: Sónia Antunes

Fotos: Site Oficial da UEFA

Última atualização: 3 de abril de 2019

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar