24 de março de 2019, 17h42

Benfica resolve jogo emotivo na 2.ª parte

Futsal

Após o 1-1 ao intervalo, o futsal encarnado bateu o Burinhosa com três golos sem resposta nos segundos 20 minutos.

A equipa de futsal do Benfica venceu, este domingo, fora de portas, o Burinhosa por 1-4, em jogo a contar para a 23.ª jornada da fase regular da Liga Sport Zone.

Na quadra, o jogo arrancou a todo o gás, com emoção e oportunidades de golo para ambos os emblemas. Destaque, neste particular, para os guarda-redes João Azevedo (Burinhosa) e Roncaglio (Benfica) que se foram superiorizando aos ataques.

O Pavilhão do Burinhosa é tradicionalmente difícil e o Benfica tem sentido essas dificuldades durante a primeira parte, o que obrigou Joel Rocha a reunir as tropas para acertar agulhas. Ainda assim, foram as águias a dispor das melhores oportunidades, nomeadamente através de André Coelho; o Burinhosa, por ter chegado cedo às quatro faltas, protegeu-se e recuou linhas.

[GOLO: 0-1] André Coelho tanto tentou que chegou ao golo. Aos 17’, Robinho assistiu e o camisola 4 bateu João Azevedo.

O jogo trouxe maior emoção à quadra. No último minuto, Roncaglio fez grande penalidade e foi admoestado com o cartão amarelo.

[GOLO: 1-1] Mateus bateu com colocação e não permitiu veleidades a Cristiano para defender o castigo máximo (19’).

Ao intervalo, 1-1 entre o Burinhosa e o Benfica.

Na segunda metade, mais Benfica na quadra, com Raul Campos e Tolrà a obrigarem João Azevedo a defesa atenta.

O Burinhosa optou por defender mais compacto para segurar o 1-1 e apostar na saída pela certa pelo ataque; as águias foram assumindo as despesas do jogo, colocando uma grande intensidade na quadra. A 10’ do fim do encontro, só João Azevedo evitava a goleada dos encarnados à formação do Oeste.

[GOLO: 1-2] Regresso para a frente do marcador através de uma bola parada aos 30'. Raul Campos, na passada, de longe, disparou sem hipóteses para João Azevedo.

Na frente do marcador, as águias optam por construir o ataque com maior acalmia, privilegiando a posse de bola.

[GOLO: 1-3] Autogolo de Russo aos 34’ a alargar a vantagem do Benfica. Triangulação entre Tolrà e Fábio Cecílio e o futsalista do Burinhosa a trair João Azevedo.

À medida que o jogo se aproximava do fim, o Burinhosa aumentou a pressão sobre o Benfica e levou maior perigo à área defendida por Roncaglio.

Com o Burinhosa a jogar em 5x4, o Benfica esteve perto do 1-4, mas o remate desferido pareceu defendido com a mão por um jogador da casa, mas os árbitros nada assinalaram.

[GOLO: 1-4] Raul Campos, ao cair do pano, a fechar a contagem, aproveitando o facto de o conjunto da casa estar a jogar com guarda-redes avançado.

Cinco inicial do Benfica: Roncaglio, Marc Tolrà, Tiago Brito, Miguel Ângelo e Raúl Campos.

O Benfica vira agora agulhas para a final eight da Taça de Portugal. O primeiro embate é na quinta-feira, com o Quinta dos Lombos.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar