9 de abril de 2019, 17h31

Canoístas encaram futuro com muito otimismo

Canoagem

Fernando Pimenta, João Ribeiro e Joana Vasconcelos fizeram um balanço das provas em que participaram no fim de semana de 6 e 7 de abril, já com olhos postos em Tóquio 2020.

Fernando Pimenta, João Ribeiro e Joana Vasconcelos estiveram em destaque no fim de semana de 6 e 7 de abril ao conquistarem três medalhas de ouro e uma de bronze. Em declarações à BTV, os canoístas do Benfica fizeram um balanço da sua prestação e perspetivaram o que se segue.

Foi um fim de semana muito gratificante, foi o meu 11.º título consecutivo de Fundo. Se ganhar duas vezes é difícil, ganhar onze vezes mais difícil é, ainda para mais neste ano, em que tive uma má largada, fiquei muito para trás e depois tive de fazer uma recuperação muito grande, onde me desgastei bastante. Depois, no entanto, consegui fazer uma boa gestão”, contou Fernando Pimenta, que conquistou o ouro no Campeonato Nacional de Fundo e na Taça de Portugal de Tripulações.

Fernando Pimenta

“A experiência que tenho vindo a adquirir em provas internacionais ajudou a manter-me tranquilo numa altura em que as coisas pareciam estar completamente perdidas. Lutei até chegar à frente, depois geri o melhor possível as forças, recuperei um pouco e na parte final tentei disputar o sprint com os meus colegas que estavam na frente, nomeadamente o João Ribeiro”, acrescentou.

“Claro que pensamos sempre nos Jogos Olímpicos. Tenho a noção de que para estar nos Jogos Olímpicos tenho de estar na melhor forma de sempre no Campeonato do Mundo. Apesar de ter sido campeão do mundo no ano passado na distância dos 1000 metros, que é a distância olímpica, isso não me dá qualquer garantia de apuramento olímpico, que é neste ano, em agosto, no Campeonato do Mundo na Hungria”, contextualizou.

João Ribeiro, que alcançou a medalha de bronze no Campeonato Nacional de Fundo, afirmou que soube a pouco, mas que ficou contente pelo ouro ter ficado “em casa”.

João Ribeiro

“O terceiro lugar soube a pouco, queria ganhar, como é óbvio. Tentei ganhar ao Fernando, mas ele tem um nível muito elevado, mas mesmo assim o título ficou em casa, no Benfica, e isso é o mais importante”, enfatizou o canoísta encarnado.

Na Taça de Portugal de Tripulações, João Ribeiro e Fernando Pimenta competiram em equipa e conseguiram o ouro.

“No domingo enfrentámos o desafio [Taça de Portugal de Tripulações] e só queríamos levar o Benfica, mais uma vez, ao mais alto lugar do pódio, e felizmente conseguimos os dois juntos. O Benfica ganhou a Taça de Portugal de K2, que é a prova mais importante de inverno da canoagem nacional”, referiu.

“Depois disto vão realizar-se as provas de velocidade, que são as distâncias olímpicas, e isso é o mais importante para mim e para o Fernando. Daqui a três semanas temos a aferição para a equipa nacional, onde queremos estar ao nosso melhor nível e representar mais uma vez o Sport Lisboa e Benfica da melhor maneira”, vincou João Ribeiro.

Joana Vasconcelos

A atleta Joana Vasconcelos, campeã nacional de Fundo, garantiu estar motivada e ainda elogiou a prestação dos seus colegas de equipa.

“É sempre uma grande motivação ganhar provas. Foi uma prova especial, gostei muito de competir, diverti-me bastante. Quanto ao Fernando Pimenta, fez uma excelente prova. Depois de algumas dificuldades conseguiu dar a volta por cima como grande campeão que é. No K2 em tripulações, também mais uma vez [Fernando Pimenta e João Ribeiro] mostraram que têm muito nível e agora é continuar o trabalho, pois espero que todos estejamos em Tóquio 2020”, disse a canoísta Joana Vasconcelos.

Texto: Márcia Dores

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar