13 de setembro de 2020, 20h01

Solidez coletiva e faro de golo de Gonçalo Ramos

Futebol

O Benfica B entrou a vencer na II Liga 2020/21.

RESUMO DO JOGO

O Benfica B começou a II Liga 2020/21 em casa, no Benfica Campus, e protagonizou uma exibição muito sólida perante o Vilafranquense, vencendo por 3-2 nesta 1.ª jornada. Gonçalo Ramos esteve nos três golos: marcou dois e fez uma assistência.

No melhor relvado da II Liga 2019/20 (cujo prémio foi entregue ao Benfica pela Liga Portugal minutos antes do pontapé de saída), a equipa B das águias fez mexer as redes do Vilafranquense ao minuto 4 por intermédio de Gonçalo Ramos, a concluir na área uma combinação atacante rápida pela direita (1-0), com a assistência a pertencer a Vukotic.

GOLO: 1-0

Por volta da meia hora de jogo, o Vilafranquense conseguiu dar réplica ao controlo e à maior posse de bola do Benfica B. O empate na partida surgiu aos 34' numa finalização de André Dias, após cruzamento do lado esquerdo que o guarda-redes Fábio Duarte tentou neutralizar, mas sem sucesso (1-1).

Golo: 1-1

Antes de cair o pano na primeira parte, o Benfica B ainda gizou um lance de perigo, num ataque rápido, com a bola a seguir de Gonçalo Ramos para Daniel dos Anjos, e depois este a procurar a entrada de Jair Tavares na direita. O extremo cruzou, mas a defensiva do Vilafranquense, de forma um pouco atabalhoada, afastou o esférico da zona de golo.

RESUMO DA 1.ª PARTE

A segunda parte arrancou com um poderoso pontapé de Tiago Araújo, pela esquerda, já no interior da área contrária, e uma grande defesa do guarda-redes visitante, Bruno Ferreira.

O instinto de golo de Gonçalo Ramos sobressaiu ao minuto 55. Na grande área, Tiago Araújo disputou o lance pelo ar, na segunda bola, após cruzamento de Jair Tavares na direita, e o esférico fez uma viagem curta para o espaço onde... apareceu Gonçalo Ramos, perfurando e tocando para o 2-1.

GOLO: 2-1

Daniel dos Anjos ameaçou o terceiro das águias aos 59', mas a trave devolveu a bola rematada pelo avançado. Implacável foi Vukotic, que, assistido por Gonçalo Ramos, usou o pé esquerdo para aplicar um remate trajado de golo ao minuto 63 (3-1). O Benfica B coloria assim a excelente reentrada na partida.

GOLO: 3-1

O Vilafranquense apertou a discussão do resultado ao reduzir para 3-2 por Kady aos 78'. O atacante forasteiro aproveitou uma brecha para se infiltrar na linha defensiva do Benfica B e bater Fábio Duarte.

GOLO: 3-2

A pressionar alto, o Benfica B controlou os acontecimentos (e o resultado) em zonas próximas da baliza do Vilafranquense, que, ao minuto 90, ficaria reduzido a dez elementos por expulsão de Vítor Bruno (acumulação de cartões amarelos). Com uma exibição muito positiva, os comandados de Renato Paiva arrecadaram os três pontos em disputa (vitória por 3-2) no começo da competição.

DECLARAÇÕES

Renato Paiva (treinador do Benfica B): "Foi um excelente jogo de II Liga, aquilo que queremos para a nossa equipa, em termos de oposição, de dificuldade, de equilíbrio, mas também em função daquilo que a nossa equipa faz. Tivemos uma entrada muito forte, com a equipa a impor o seu jogo. É importante que não tenha problema em fazer isto seja onde for e contra quem for. Marcámos e depois houve uma reação natural da equipa que estava em desvantagem, e nós também começámos a falhar um pouco os timings e os posicionamentos da pressão. Deixámos então o Vilafranquense ter bola, o que é um problema, porque é uma equipa trabalhada, quer ter bola, tenta sair de trás e, num lance quase fortuito, fez o empate. Corrigimos ao intervalo, voltámos a entrar muito fortes, fizemos mais dois golos e a partir daí também baixámos com o resultado, com as questões físicas, o que é normal, porque passou-se o que se passou [paragem competitiva prolongada devido à COVID-19], não é fácil ter nesta altura uma equipa a top. Mesmo assim, tivemos dois, três lances em que, se a definição é melhor no último passe, poderíamos ter feito mais golos, mas se calhar também seria injusto em face do que o Vilafranquense fez."

Gonçalo Ramos (jogador do Benfica B): "Foi um grande jogo, a nossa equipa conseguiu pôr em prática o plano de jogo. É importante realçar o trabalho de toda a equipa. Na segunda parte corrigimos alguns pormenores, ajustámos bem, como queríamos, e correu bem. Este prémio [MVP] é muito importante e esperamos que todas as semanas seja um jogador do Benfica a ganhar este troféu."

Tiago Araújo (jogador do Benfica B): "Foi uma vitória justa. O Vilafranquense tem uma boa equipa, mas tínhamos a tática estudada e pusemos em prática a nossa qualidade, foi uma grande vitória. Trabalhámos toda a semana, pusemos em prática toda a nossa qualidade, e quando isso acontece torna-se tudo mais fácil."

Benfica B-Vilafranquense, 3-2

FICHA  
Local Benfica Campus
Onze do Benfica B Fábio Duarte; João Ferreira, Pedro Ganchas (Miguel Nóbrega, 77'), Morato, Frimpong (Tomás Tavares, 59'), Rafael Brito, Vukotic (Diogo Mendes, 82'), Jair Tavares (Paulo Bernardo, 76'), Tiago Araújo (Tiago Dantas, 82'), Gonçalo Ramos e Daniel dos Anjos
Suplentes Carlos Santos, Fábio Baptista, Miguel Nóbrega, Tomás Tavares, Diogo Mendes, Tiago Dantas, Paulo Bernardo, Ronaldo Camará e Luís Lopes
Ao intervalo 1-1
Golos do Benfica B Gonçalo Ramos (4' e 55'), Vukotic (63')
Boletim clínico Pedro Álvaro (lesão muscular na coxa direita); Tiago Gouveia (lesão muscular na coxa direita); Umaro Embaló (lesão muscular na coxa esquerda); Sandro Cruz (lesão muscular na coxa direita); Kevin Csoboth (tendinopatia do rotuliano direito); Diogo Capitão (entorse no joelho esquerdo)

Texto: João Sanches

Fotos: David Martins / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar