30 de setembro de 2020, 17h25

Paulo Almeida: "Muita vontade de voltar a jogar em casa"

Hóquei em Patins Feminino

O Benfica recebe, às 15h00 de domingo, o Vilafranquense para o desafio da 2.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins feminino.

A equipa feminina de hóquei em patins está de volta aos jogos oficiais no Pavilhão Fidelidade! O Benfica recebe, às 15h00 de domingo (dia 4), o Vilafranquense para o duelo da 2.ª jornada do Campeonato Nacional.

Em declarações à BTV, Paulo Almeida confessou que a vontade de jogar em casa é mais que muita.

"Muita emoção e muita vontade que chegue domingo rapidamente, porque as minhas jogadoras estão ansiosas por voltar a jogar em casa. Ao fim de muitos meses, poder regressar ao pavilhão delas é o que mais querem", afirmou o treinador encarnado.

Paulo Almeida Benfica Hóquei em Patins Feminino

"Estão preparadas e a treinar bem"

O técnico das águias recordou o último jogo realizado na Luz e a boa campanha que o Benfica estava a fazer na época passada.

"Todos recordamos o último jogo em casa, de grandes emoções. Foi no último segundo que o Benfica ganhou 4-3 ao Sporting, num jogo para o Campeonato, e aí alargou os três pontos que tinha de vantagem para seis. Estava tudo encaminhado para que o Benfica fizesse uma grande época, que era o que nós queríamos, mas infelizmente não foi possível acabar", relembrou.

Mesmo sem público nas bancadas, o treinador considera que jogar no Pavilhão Fidelidade vai ser importante para as suas jogadoras.

"Estamos todos com muita vontade de jogar em casa. Mesmo sem público, o que interessa é que sintam que estão de volta. A semana passada não foi um jogo bem conseguido da minha equipa [apesar da vitória frente ao CACO], mas também era um jogo de estreia, estiveram muitos meses paradas, há jogadoras novas, mas agora estão preparadas e a treinar bem", garantiu.

Paulo Almeida Benfica Hóquei em Patins Feminino

Sobre o adversário, Paulo Almeida acredita que o Vilafranquense tem uma equipa mais forte, mas não vai apresentar muitas surpresas.

"O que se pode esperar é o conhecimento que já temos das equipas e das jogadoras, porque não houve jogos-treino para analisarmos. O Vilafranquense fez algumas mudanças e, na minha opinião, tem uma equipa mais forte que o ano passado. Não acredito que tragam muitas surpresas", afirmou.

Texto: Márcia Dores

Fotos: Arquivo / SL Benfica

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar