29 de outubro de 2020, 23h45

Jorge Jesus: "Toda a equipa esteve muito bem"

Futebol

Treinador considerou que o Benfica fez "o melhor jogo" desde que regressou ao Estádio da Luz.

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

No final do triunfo por 3-0 diante do Standard Liège, na 2.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa, Jorge Jesus elogiou a prestação do coletivo e reconheceu que a presença dos Benfiquistas nas bancadas fez toda a diferença.

Naquele que foi, segundo o técnico, o melhor jogo que a equipa fez desde que chegou, os laterais Nuno Tavares e Diogo Gonçalves estiveram a bom nível, Pizzi teve uma atitude digna de um capitão de equipa ao "oferecer" um penálti a Waldschmidt e, por fim, reconheceu que o dia das Eleições (28 de outubro) deverá ser um motivo de orgulho para a nação Benfiquista.

Benfica-Standard Liège

A melhor exibição da época

"Queríamos ganhar, e quando se ganha com esta qualidade, melhor ainda. Talvez tenha sido o melhor jogo do Benfica desde que cheguei. Não só pelos três golos, mas também porque não deixámos o Standard Liège ter uma oportunidade de golo. Dificultaram-nos ao máximo através da organização defensiva, com 5x4x1, mas o Benfica gosta de jogar contra estas equipas, estamo-nos a adaptar bem. Com o tempo íamos ter espaço e oportunidades. Tivemos várias situações de finalização. Fizemos um jogo com muita qualidade ofensiva; defensivamente também estivemos bem. Nos últimos dois jogos não sofremos golos e isso é importante."

"Foi a sétima vitória consecutiva, mas em competições diferentes. Nesta prova foi a nossa segunda vitória. Ganhando hoje [quinta-feira], podendo o Rangers ganhar, como aconteceu, as duas equipas faziam seis pontos e ficam bem posicionadas na fase de grupos."

Benfica-Standard Liège

Atuações positivas de Nuno Tavares e Diogo Gonçalves

"É um Benfica com uma ideia de jogo bem identificada pelos jogadores, cada vez mais confiantes e com as individualidades a aparecerem. O Nuno [Tavares] fez um excelente jogo, o Diogo [Gonçalves], a lateral-direito, para primeira vez, não esteve mal. Jogámos com seis jogadores que não jogaram com o Belenenses SAD: Diogo Gonçalves, Nuno Tavares, Gabriel, Pizzi, Pedrinho e Luca Waldschmidt. Na globalidade, toda a equipa esteve muito bem."

"O Benfica esteve bem defensivamente, e porquê? Porque os dois centrais estão a conhecer-se, têm mais jogos entre eles e isso facilitou o bom jogo do Nuno e do Diogo. O Nuno Tavares, mais ano, menos ano, vai ser o futuro defesa-esquerdo da Seleção Nacional. Não digo só tecnicamente, mas também porque fisicamente está num patamar acima, é fora do normal. Falta-lhe conhecer o jogo, mas isso vai com o tempo."

Benfica-Standard Liège

Diogo Gonçalves a ser trabalhado como lateral-direito

"Ao longo destas semanas temos estado a adaptar o Diogo a lateral-direito. Mas com o André Almeida não havia muito tempo para exercitar isso no treino. Com a lesão do André, começámos a trabalhar com o Gilberto e com o Diogo nessa posição e deu-nos indicações muito boas. Estamos a criar-lhe uma nova posição. O Gilberto jogou dois jogos e pensei que a equipa precisava de jogadores mais frescos, e isso foi importante para a qualidade da equipa."

Benfica-Standard Liège

Pizzi: atitude de capitão

"É por isso que ele é o capitão. Ele teve um comportamento e a atitude do que é ser capitão de equipa. Comigo, o capitão pensa primeira na equipa e depois nele. Deu a oportunidade ao Luca [Waldschmidt] de marcar a [segunda] grande penalidade e eu nem interferi na decisão. Deu ao Luca porque ele é um dos batedores de penáltis da equipa. Fiquei satisfeito com a decisão dele."

Benfica-Standard Liège

"Eram cinco mil, mas pareciam 55 mil…"

"Eram cinco mil adeptos nas bancadas, mas pareciam 55 mil. A equipa até jogou mais por ter público. Não há hipótese: o futebol sem público não tem paixão, não tem sentimento. Gostava que os adeptos do Benfica, quando for possível regressarmos todos ao Estádio, viessem com a camisola do Benfica, que é bonito."

"É tempo de a Liga Portugal dar a oportunidade de os adeptos poderem vir ao futebol. Estavam cinco mil, mas podiam estar 15 ou 20 mil. É preciso é ter uma boa organização e tudo bem programado, com regras."

Benfica-Standard Liège

Eleições 2020: dia memorável para o Clube

"Foi um dia [28 de outubro] memorável para o Benfica pelo que aconteceu democraticamente no Clube. Os Sócios escolheram a continuidade do Presidente. Penso que o jogo também ajudou a colorir a jornada de ontem [quarta-feira] do Benfica com os cinco mil adeptos entusiasmados. Foi tudo perfeito para a nação Benfiquista. Todos os adeptos e a nação Benfiquista têm de estar orgulhosos."

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Tânia Paulo e Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar