Voleibol

03 novembro 2020, 10h42

Hugo Gaspar

Quando o relógio marcar as 19h45 nesta quarta-feira, 4 de novembro, as equipas de voleibol de SL Benfica e SC Espinho pisam o Pavilhão Multiusos de Gondomar em busca do primeiro troféu oficial da temporada.

Habituado a momentos de decisão, Hugo Gaspar confessou esperar um desafio difícil perante um adversário com qualidade.

"O que esperar? É uma final, é sempre um jogo complicado, ambas querem ganhar e a mais forte vencerá. Temos de ter consistência nas nossas ações. Se estivermos bem na receção conseguimos desestruturar o serviço do nosso adversário. Se estivermos bem no ataque conseguimos fugir ao bloco deles. Temos de ser unidos, temos um grupo bastante alargado de jogadores e certamente estamos todos preparados para jogar", explicou.

Benfica SC Espinho Final Supertaça Voleibol

Devido a casos positivos de COVID-19 nas formações adversárias, a turma encarnada viu os seus jogos da meia-final com o Sporting e a primeira data agendada para a final com o SC Espinho serem adiados. Situações indesejáveis, mas que não beliscam em nada a ambição encarnada de regressar de Gondomar com o título.

"Provoca incerteza e provocou tristeza durante o último mês. Preparámo-nos durante o verão para iniciar a época com a conquista de um troféu, estivemos preparados para isso durante muito tempo e tivemos de nos concentrar para disputar a tão desejada final, mas estamos na melhor forma possível", frisou em declarações à comunicação social presente no lançamento do jogo.

Benfica SC Espinho Final Supertaça Voleibol

Médico e voleibolista, Hugo Gaspar tem uma opinião mais abrangente e fundamentada sobre a evolução que a pandemia tem percorrido nas últimas semanas e indica o comportamento de cada um como a única solução para evitar medidas mais drásticas.

"Vai ser difícil conseguir escapar sem fechar alguns dos sectores da nossa sociedade, vai ser muito difícil. Hoje em dia as coisas estão muito complicadas, os profissionais de saúde sabem que isto está complicado e que, se a sociedade não tiver os cuidados necessários, não vamos escapar a algum tipo de confinamento sectorial", concluiu.

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica

Última atualização: 9 de janeiro de 2021

Patrocinadores Voleibol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar