Futebol

05 dezembro 2020, 12h51

Estádio Marcolino de Castro

RESUMO DO JOGO

De visita ao Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira, para enfrentar o Feirense na 11.ª jornada da II Liga, o Benfica B entrou forte diante de um candidato à subida, mas acabou por perder por 2-0.

Com Svilar na baliza e Filipe Cruz no lado direito da linha defensiva, este em estreia absoluta na II Liga aos 18 anos, o Benfica B foi fiel ao seu modelo de jogo e chamou para si a iniciativa e o comando dos acontecimentos no arranque da partida. Elaborando durante mais tempo em zonas ofensivas, a equipa encarnada fez diversas abordagens à baliza dos fogaceiros – Csoboth, aos 7', pareceu ter sido alvo de uma carga ilegal na grande área – e esteve muito perto de marcar aos 14': Tiago Araújo escapou pela esquerda e disparou com o seu melhor pé, fazendo a bola embater no poste mais próximo.

Não há outra forma de o descrever: o Benfica B jogou (e quis jogar) para a frente, o Feirense apostou todas as fichas no erro adversário e... marcou ao minuto 23. João Vítor pressionou Diogo Mendes na saída de bola, ficou na posse do esférico e iniciou o contragolpe, com a defensiva encarnada exposta; Feliz recebeu na esquerda, avançou e cruzou para Marcus encostar ao segundo poste (1-0).

Com um estilo de jogo mais físico e servido por jogadores com muita experiência, o Feirense usou os seus argumentos para capitalizar o conforto gerado pela desvantagem alcançada em "contramão", alterando aí o cariz da partida. O 2-0 para a equipa da casa seria obtido aos 36', por intermédio de Mica, que desviou a bola para as redes praticamente em cima da linha de baliza. E foi com este resultado que terminou a primeira parte.

Feirense-Benfica B

No primeiro quarto de hora da etapa complementar do desafio viu-se um Benfica B com mais bola. Havia uma desvantagem para tentar corrigir ou reverter, mas também era notória a dificuldade de perfuração nos últimos metros. Com 60 minutos jogados, o treinador Renato Paiva fez uma dupla alteração na equipa: saíram Vukotic e Csoboth, entraram Chrien e Samuel Pedro.

Henrique Araújo (65'), num cabeceamento à figura do guarda-redes, e Tiago Araújo (66'), por meio de um remate perigoso à entrada da área, deram alguma expressão ao esforço das águias para alterar o resultado e reentrar na discussão dos pontos.

Renato Paiva fez mais duas trocas na equipa B (Henrique Araújo cedeu o lugar a Zé Gomes aos 78', Pedro Ganchas foi rendido por Ronaldo Camará aos 83'), mas o golo tardou e não aconteceu. Já nos descontos (90'+2'), Filipe Cruz por pouco não atirou a contar na cobrança de um livre direto (a bola passou ao lado do poste esquerdo).

Na 12.ª jornada da II Liga o Benfica B vai atuar em casa, recebendo o Vizela às 15h00 do dia 20 de dezembro.

DECLARAÇÕES

Renato Paiva

Renato Paiva (treinador do Benfica B): "Diogo Mendes foi o melhor jogador em campo, de longe, nos últimos dois jogos da nossa equipa. Se os consagrados e os experientes cometem erros deste género, não vão estes miúdos cometer, estando eles a começar? Obviamente que sim! Faço esta observação porque temos logo a tendência para crucificar este tipo de situações. Estes erros [lance do 1-0] têm a ver com a nossa forma de jogar, de ter bola. O que me fica são os primeiros 15/20 minutos, em que entrámos muito fortes no campo de um candidato. Nesse período praticamente só jogámos nós. A partir do golo do adversário a equipa sentiu, sabia que vinha a um campo muito difícil. Se deve sentir? Não deve, nós jogamos no Sport Lisboa e Benfica, mas isto não é automático, vai lá com os jogos, com a experiência. Na segunda parte o Feirense baixou, fechou linhas, por vezes montou uma linha de seis e de sete jogadores e não houve mais jogo. É natural que aconteça, isto é a Segunda Liga. Tentámos fazer o nosso, tentámos mexer, tentámos que os miúdos jogassem. Ao intervalo disse-lhes para não jogarem com o resultado, mas com a nossa forma de jogar. Parabéns ao Feirense pela vitória, e nós ficámos com estes 20/25 minutos que temos de prolongar no próximo desafio."

Paulo Bernardo (jogador do Benfica B): "Começámos muito bem, entrámos muito fortes, os primeiros 15/20 minutos do jogo foram nossos, mas depois cometemos um erro que deu o golo deles. A partir daí descemos um pouco o nosso nível e acabámos por perder o jogo nos detalhes. Não achamos que o Feirense fosse muito superior a nós, mas a verdade é que levou os três pontos."

Feirense-Benfica B, 2-0

FICHA  
Local Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira
Onze do Benfica B Svilar, Filipe Cruz, Kalaica, Morato, Pedro Ganchas (Ronaldo Camará, 83'), Diogo Mendes, Vukotic (Martin Chrien, 60'), Paulo Bernardo, Csoboth (Samuel Pedro, 60'), Tiago Araújo e Henrique Araújo (Zé Gomes, 78')
Suplentes Leo Kokubo, Fábio Baptista, Rafael Brito, Henrique Jocu, Martin Chrien (60'), Ronaldo Camará (83'), Samuel Pedro (60'), Barrero e Zé Gomes (78')
Boletim clínico Umaro Embaló (lesão muscular na coxa esquerda); Sandro Cruz (lesão muscular na coxa direita); Diogo Capitão (status pós-cirúrgico ligamentoplastia do cruzado anterior no joelho esquerdo); Jair Tavares (lesão muscular na coxa direita); Frimpong (lesão muscular na coxa esquerda); Daniel dos Anjos (infetado com COVID-19)

Texto: João Sanches

Fotos: SL Benfica

Última atualização: 5 de dezembro de 2020

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar