Voleibol

24 janeiro 2021, 16h57

Festejos

RESUMO DO JOGO

Grande jogo de voleibol! A equipa do Sport Lisboa e Benfica venceu (1-3) no reduto do Castêlo da Maia, em partida da 7.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional. Mas não foi nada fácil...

Fim de semana de jornada dupla, com o Benfica a ter dois embates de elevado grau de dificuldade. Depois da vitória, numa partida muito disputada, no jogo de sábado perante o SC Espinho, domingo marcado pela deslocação ao sempre complicado reduto do Castêlo da Maia. E foi preciso puxar dos galões!

À partida, Benfica líder isolado da geral, e ainda com um jogo em atraso, frente ao 6.º da tabela classificativa, num duelo que é já um clássico da modalidade.

Início muito equilibrado, com o bloco encarnado a fazer a diferença a partir do décimo ponto, com as águias a colocarem-se na dianteira. Com 11-15, a maior vantagem até ao momento, Nuno Abrantes pediu time out e os jogadores responderam com uma aproximação (15-17), entrando na disputa do set. O Benfica pegou novamente nos comandos do jogo e rapidamente fez o 15-19. Novo time out, mas a formação de Marcel Matz não deu hipótese, foi melhor, mais forte, e voou para fechar o parcial num justo 19-25 (0-1).

2.º set tirado a papel químico do anterior, com o equilíbrio a marcar os momentos iniciais, com o Benfica, na raça, a superiorizar-se paulatinamente. Serviço forte, bloco imponente, com as águias, ponto a ponto, a construírem nova vitória no parcial, desta feita por 18-25, perante boa réplica do adversário, diga-se, mas impotente face ao poderio do Benfica: 0-2 no jogo.

Voleibol

Embalados pela vantagem, os encarnados entraram bem no 3.º set, contudo, do outro lado da rede estava uma equipa que acreditou ser possível mudar o rumo dos acontecimentos. Linhas cerradas, maior acerto no serviço, side out e bloco, com os anfitriões a darem tudo em quadra e a conseguirem vencer o parcial com muito mérito (25-23), reduzindo para 1-2 o jogo. Tudo em aberto!

4.º set de emoções, rasgadinho e com ânimos algo exaltados em certos momentos. Muito equilíbrio, com as duas equipas a equipararem-se, com os serviços e os blocos de ambas a dizerem 'presente'. Japa e Rapha não concordaram com a decisão do árbitro, contestaram e viram cartões vermelhos, colocando o marcador num 15-13. Marcel Matz parou o jogo e foi lutar em quadra até ao final. Parcial ao rubro, emocionante, decidido já nas vantagens por um Benfica poderoso: 25-27 e 1-3 no jogo!

O Benfica, líder isolado com 18 pontos, torna a entrar em ação na quarta-feira, dia 27 de janeiro, com um embate, fora de portas, frente à Fonte do Bastardo. O desafio, referente à 4.ª jornada da 2.ª fase do Campeonato Nacional de voleibol, está marcado para as 19h30, no Complexo Desportivo Vitorino Nemésio

Voleibol

DECLARAÇÕES

Marcel Matz (treinador do Benfica): "É bom para o Campeonato, este novo formato, com estas fases distintas, os jogos são mais equilibrados. É normal termos algumas oscilações, fruto das paragens também. Foi um jogo difícil, aliás, é sempre difícil jogar aqui. Parabéns à nossa equipa pela vitória e a eles pelo que fizeram no jogo. Em alguns momentos há coisas que não controlamos, só temos controlo pelas nossas ações. O sangue corre mais rápido, muita adrenalina, mas no final tivemos controlo e estabilidade para vencer a partida. Temos de ter paciência, rodar o team, suportar a pressão e olhar para o que se segue. Estamos de parabéns, foi um jogo difícil e conseguimos vencer."

Castêlo da Maia-SL Benfica, 1-3

FICHA  
Local Pavilhão do Castêlo da Maia
Formação inicial do Benfica Rapha, André Lopes, Peter Wohlfi, Theo, Zelão, Nuno Pinheiro e Ivo Casas (L)
Suplentes Bernardo Silva (L), Afonso Guerreiro, Miguel Sinfrónio, Tiago Violas, Japa e Marc Honoré
1.º set 19-25
2.º set 18-25
3.º set 25-23
4.º set 25-27

Texto: Sónia Antunes
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 24 de janeiro de 2021

Patrocinadores Voleibol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar