Futebol

14 dezembro 2021, 20h03

Festejos da equipa B

Benfica B venceu o Ac. Viseu, nesta terça-feira, 14 de dezembro, no Estádio Municipal de Aveiro, em jogo da 14.ª jornada da Liga 2, dando mais uma prova de crescimento e maturidade competitiva. Com três juniores no onze, sete na convocatória, uma média de idades na equipa inicial de 19,3 anos, os comandados de Nélson Veríssimo souberam sofrer, lutaram e ampliaram a vantagem pontual na frente da prova.

Com a liderança na Liga 2 garantida por mais uma jornada, após os desafios da ronda que o Benfica B encerrou frente ao Ac. Viseu, os comandados de Nélson Veríssimo surgiram com várias mudanças na equipa, desde logo com a estreia do médio Nuno Félix na Liga 2, o 31.º jogador utilizado pelos encarnados na presente edição da competição, lançado no lugar do castigado Rafael Brito. Também Fábio Baptista cumpriu castigo, após a expulsão frente ao Rio Ave.

A média de idades de 19,3 anos e os três atletas com idade de juniores no onze (sete no total dos convocados) não retiraram personalidade às jovens águias.

Benfica B

É certo que a primeira situação de algum perigo surgiu na área do Benfica B, com Quizera, aos 7', a rematar para as mãos do atento Samuel Soares. Porém, a resposta do Benfica B foi letal! Uma excelente jogada de ataque, aos 10', com Sandro Cruz a cruzar da esquerda, atrasado, para um remate pronto, de primeira, de Umaro Embaló para o 0-1. A formação da Beira Alta acusou o golo e viu, aos 14', Henrique Araújo a rematar fraco para a defesa do guardião Gril, após passe de Tiago Gouveia.

O Ac. Viseu cresceu então no encontro. Samuel Soares saiu bem da baliza, impedindo o remate de Luisinho aos 18'; Quizera disparou por cima aos 20', quando estava em boa posição no coração da área; e Vítor Bruno fez o mesmo aos 22', mas fora da área.

Aos 23' foi Henrique Araújo, de novo, a cabecear com perigo a cruzamento, mais um, de Sandro Cruz, e aos 24' o Benfica B chegou mesmo a novo golo, mas o juiz Rui Lima vislumbrou um domínio de bola de Umaro Embaló com um braço (um lance muito contestado pelos jogadores encarnados), invalidando o lance.

Até ao intervalo voltou a ser o Benfica B a ficar mais perto de marcar. Tiago Gouveia, aos 42', em posição frontal, foi pouco lesto a definir a finalização e aos 43' Henrique Araújo rematou, após rotação, para defesa de Gril junto ao relvado.

Benfica B

O início do segundo tempo trouxe equilíbrio, mas o Benfica B conseguiu ser sempre mais perigoso. Primeiro, aos 49', por Umaro Embaló, com um remate fora da área ao lado, em lance de superioridade numérica das jovens águias no ataque, e, aos 57', Tiago Gouveia furou pela esquerda e bateu forte para o primeiro poste. Valeu Gril a colocar o corpo e a afastar para canto. Henrique Araújo, a seguir, aos 58', cabeceou para defesa do guardião esloveno.

O Ac. Viseu começou a ser mais perigoso, cruzando várias bolas para a área, e, aos 68', Yuri Araújo rematou para defesa apertada de Samuel Soares. O Benfica B sentiu a pressão dos da casa e Luisinho, aos 74', voltou a obrigar o guardião encarnado a uma defesa por instinto.

Até final do encontro o Ac. Viseu foi perdendo esclarecimento e fulgor físico, enquanto o Benfica B controlou as operações com abnegação e concentração. Pedro Santos foi a segunda jovem águia a estrear-se na Liga 2, antes de Luís Lopes, aos 90'+4', ter conduzido e finalizado um contra-ataque que poderia ter arrumado com qualquer dúvida quanto ao vencedor.

O Benfica B mantém-se assim na liderança da Liga 2 com 32 pontos, mais cinco que o segundo classificado, o Casa Pia, recebendo na próxima ronda, a 15.ª, o Vilafranquense, na segunda-feira, 20 de dezembro, às 16h00, no Benfica Campus.

Pedro Santos e Nélson Veríssimo

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): "Dissemos aos jogadores que íamos encontrar uma equipa difícil, contra a qual historicamente tínhamos dificuldades como visitantes. É uma equipa que, sempre que joga com formações do primeiro terço, cria dificuldades. Acabou por ser uma primeira parte equilibrada, na segunda o Ac. Viseu reagiu e soubemos sofrer. Tivemos mais dificuldade por mérito do Ac. Viseu. Saber sofrer defensivamente não é mau, faz parte do processo e do jogo."

Umaro Embaló ("Homem do jogo"): "Foi um jogo muito difícil, contra um adversário complicado. Estou feliz por marcar um golo e ajudar a equipa a conquistar os três pontos. No lance do golo só pensei na baliza."

Nuno Félix (estreante na Liga 2 com 17 anos): "Já sonhava com esta noite há muito tempo! Tenho trabalhado para isso, a equipa integrou-me muito bem. Sabemos que na Liga 2 todos os jogos são difíceis. Na primeira parte fomos superiores e na segunda o Ac. Viseu veio para cima de nós, mas soubemos sofrer e vencemos."

Benfica B

Ac. Viseu - Benfica B
0-1
Estádio Municipal de Aveiro
Onze do Benfica B
Samuel Soares, Filipe Cruz, Miguel Nóbrega, Pedro Álvaro, Sandro Cruz, Nuno Félix, Martim Neto (Pedro Santos, 90'), Ronaldo Camará (Cher Ndour, 63'), Tiago Gouveia (Henrique Pereira, 70'), Umaro Embaló (Jair Tavares, 90') e Henrique Araújo (Luís Lopes, 63')
Suplentes
Leo Kokubo, António Silva, Rafael Rodrigues, Pedro Santos (90'), Cher Ndour (63'), Jair Tavares (90'), Henrique Pereira (70'), João Resende e Luís Lopes (63')
Ao intervalo 0-1
Golos do Benfica B
Umaro Embaló (10')
Boletim clínico
Pedro Ganchas (síndrome pubálgico), João Neto (tendinopatia do tendão rotuliano do joelho direito) e Diogo Capitão (contusão óssea no joelho direito)

Texto: Rui Miguel Gomes
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 14 de dezembro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar