Hóquei em Patins

12 fevereiro 2022, 23h33

Festejos

RESUMO DO JOGO

Grande exibição e vitória concludente do Sport Lisboa e Benfica diante da Oliveirense, por 7-2, em jogo da 18.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins.

No Pavilhão Fidelidade, o jogo começou algo quezilento, com várias faltas de parte a parte. Aos 6', primeira grande penalidade da partida e para os de Oliveira de Azeméis. Diante de Pedro Henriques, Tomás Pereira não conseguiu os seus intentos. Via-se pouco hóquei e muitas faltas e, aos 15', foi a vez de Nicolía desperdiçar uma grande penalidade para as águias.

Não há duas sem três e à terceira grande penalidade no jogo, golo do Benfica. Diogo Rafael, na marca do castigo máximo, não perdoou e fez o 1-0, aos 17'. A Oliveirense reagiu e, num livre direto a castigar a 10.ª falta dos encarnados, Lucas Martínez fez o 1-1 (19'). Antes do intervalo, aos 22', nova grande penalidade para os da Luz e Diogo Rafael a bisar. A primeira parte chegava ao fim com 2-1 no marcador.

Benfica-Oliveirense

A tónica não mudou no segundo tempo: muitas faltas, jogo quezilento e várias pausas. Mais fortes, os comandados por Nuno Resende fizeram o 3-1, aos 32', por Lucas Ordoñez. A Oliveirense sentia dificuldades em responder às melhores dinâmicas ofensivas das águias e os golos foram aparecendo naturalmente. Aos 42', num livre direto, Pablo Álvarez aumentou a contagem para 4-1 e dois minutos depois, aos 44', Diogo Rafael fez o hat-trick e o 5-1. A Oliveirense estava perdida e o seu treinador, Paulo Pereira, recebeu ordem de expulsão.

Pouco depois, os nortenhos tiveram um penálti a favor, mas Nuno Araújo perdeu o duelo com Pedro Henriques. Na resposta, aos 45', Gonçalo Pinto aumentou o resultado para 6-1. Com o jogo resolvido, aos 48', Jorge Silva reduziu para 6-2. O último minuto foi de emoção. Pablo Álvarez desperdiçou duas bolas paradas, um livre direto e uma grande penalidade, mas Diogo Rafael completou o póquer, aos 49', e fixou o resultado em 7-2.

O Benfica soma 34 pontos na classificação e no sábado, às 16h30, defronta a AD Valongo.

Benfica-Oliveirense

DECLARAÇÕES

Nuno Resende (treinador do Benfica): "O jogo esteve muito fechado e intenso. A Oliveirense é uma equipa com posse de bola rápida e pressão alta. Trabalhámos isso, mas tivemos alguma dificuldade num momento em que a bola não girou tanto e ficámos previsíveis. Ainda assim, fomos intensos na transição defensiva e nas segundas bolas. A Oliveirense estava com um ritmo diferente do nosso, mas não se notou. É de enaltecer o trabalho feito por todos para que conseguíssemos chegar a este jogo com níveis extremamente altos. O resultado é enganador, porque não há esta diferença entre nós e a Oliveirense. O resultado é fruto da nossa qualidade e queremos continuar nesta senda. É bom ver o pavilhão com esta moldura humana e ter um 'sábado à Benfica', com futebol, basquetebol, hóquei em patins..."

Benfica-Oliveirense
7-2
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Pedro Henriques, Poka, Edu Lamas, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto
Suplentes
Rodrigo Vieira, Diogo Rafael, Nicolía, Pablo Álvarez e Pol Manrubia
Ao intervalo 2-1
Golos do Benfica
Diogo Rafael (17', 22', 44' e 49'), Lucas Ordoñez (32'), Pablo Álvarez (42') e Gonçalo Pinto (45')

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 14 de fevereiro de 2022

Patrocinadores Hóquei


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar