Hóquei em Patins

19 fevereiro 2022, 17h57

Festejos

RESUMO DO JOGO

A equipa de hóquei em patins do Benfica assegurou a passagem rumo aos quartos de final da Taça de Portugal após bater, no Pavilhão Fidelidade, o Valongo, por 5-1.

Jogo animado, de parada e resposta em pista, com as duas equipas a colecionarem oportunidades e o tango argentino a ser o ritmo preferido, bem coreografado pelos "mestres" Pablo Álvarez, Carlos Nicolía e Lucas Ordoñez, que desenharam quatro dos cinco tentos encarnados.

No Benfica, Poka foi o mais inconformado nos primeiros minutos do encontro, sendo que as águias construíam ataques mais longos; nos nortenhos, Facundo Navarro ia obrigando Pedro Henriques a aplicar-se em contra-ataques venenosos.

Faltavam os golos à partida e estes apareceram pouco depois dos 10 minutos, para o Benfica. Aos 13', Nicolía rematou para o 1-0, com o esférico a bater num jogador do Valongo antes de entrar na baliza; volvidos dois minutos, aos 15', remate de Carlos Nicolía e Pablo Álvarez a desviar para o 2-0. O Valongo continuava a apostar nas transições, mas os encarnados estavam confortáveis e mais ficaram com o 3-0, aos 20', por intermédio de Lucas Ordoñez. Ao intervalo, no Pavilhão Fidelidade, 3-0 para o Benfica.

Benfica-Valongo

O conjunto de Valongo vinha disposto a mudar o rumo do encontro na etapa complementar, mas o Benfica aumentou o resultado para 4-0, aos 30', através de Pablo Álvarez, que assim bisou. A partir daqui, o jogo voltou a ficar partido, numa toada de bola cá, bola lá, e com várias intervenções dos dois guarda-redes, Pedro Henriques (Benfica) e Bernardo Mendes (Valongo).

Os quartos de final já pareciam não fugir ao Benfica e o 5-0 só veio confirmar isso mesmo. Transição rápida das águias, Pol Manrubia rematou para defesa do guardião do Valongo, a bola sobrou para Nicolía, que assistiu Diogo Rafael para os festejos (42'). Os minutos finais foram de gestão, já a olhar para novo embate entre estes dois emblemas na próxima quarta-feira. A segundos do fim, o Valongo, num lance de insistência, fixou o resultado final em 5-1.

Com os quartos de final da Taça de Portugal na mão, o Benfica volta a encontrar o Valongo na Luz, desta feita a contar para o Campeonato Nacional.

Benfica-Valongo

DECLARAÇÕES

Nuno Resende (treinador do Benfica): "Estamos a ajustar constantemente, a melhorar as combinações, os jogadores começam a conhecer-se melhor, num modelo de jogo adaptado às características dos jogadores. Marcámos cinco golos, mas ganhámos o jogo no trabalho defensivo, com muita interajuda. Anulámos as boas ações ofensivas do Valongo, com a intensidade defensiva que estamos a construir. Depois, com as combinações que temos no ataque, criámos as soluções em termos ofensivos, não tanto em transições por mérito do Valongo. Cumprimos, passámos e agora é continuar a trabalhar."

Benfica-AD Valongo
5-1
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
Pedro Henriques, Diogo Rafael, Poka, Lucas Ordoñez e Gonçalo Pinto
Suplentes
Rodrigo Vieira, Carlos Nicolía, Pablo Álvarez, José Miranda e Pol Manrubia
Ao intervalo 3-0
Golos do Benfica
Carlos Nicolía (13'), Pablo Álvarez (15' e 30'), Lucas Ordoñez (20') e Diogo Rafael (42')

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Victoria Ribeiro / SL Benfica
Última atualização: 19 de fevereiro de 2022

Patrocinadores Hóquei


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar