Futebol

16 abril 2022, 16h07

Nélson Verissimo

ANTEVISÃO

Nélson Veríssimo anteviu, em conferência de Imprensa, o dérbi da 30.ª jornada da Liga Bwin. Sporting e Benfica encontram-se no Estádio José Alvalade, domingo, 17 de abril, às 20h30. O técnico encarnado lembrou que os verdes e brancos são "um adversário forte, com qualidade", mas que a mentalidade das águias é "lutar pela vitória".

No Benfica Campus, o treinador assumiu esperar que a equipa tenha capacidade de levar para o dérbi o que fez de bom em Anfield e reconheceu qualidade coletiva ao adversário.

Apesar da eliminação na Champions, o que o Benfica fez em Anfield dá mais motivação para o dérbi?

Não diria motivação, porque temos de estar motivados para todos os jogos. Não cumprimos o objetivo de passar à fase seguinte, mas demos uma resposta bastante positiva perante um adversário de qualidade reconhecida por todos. Temos de nos agarrar a isso. Temos consciência que fizemos muita coisa boa, tanto defensiva como ofensivamente, e temos de transportar isso para o dérbi, frente ao Sporting. Um adversário difícil, com características diferentes. Podemos dizer que é mais um jogo de Champions. Temos de estar a um nível elevadíssimo, vamos defrontar um adversário forte, com qualidade, mas temos de perceber que temos a nossa qualidade e as expectativas são as melhores.

Nélson Veríssimo

Há novidades sobre o estado clínico de Rafa?

Clinicamente a situação não é fácil. Estamos a fazer de tudo para o ter apto para amanhã [domingo]. Não é um dado fechado que não possa estar, mas vai ser difícil. O Rafa é um jogador importante, com características únicas, mas temos jogadores no plantel que nos dão garantias.

A responsabilidade da vitória neste dérbi é do Benfica?

Nestes jogos, dérbis, a probabilidade de vitória é de 50/50, e eu se tivesse de apostar, apostava na vitória do Benfica. Diz-nos a história que, neste tipo de confrontos, a classificação pouco tem a dizer em relação ao que pode acontecer. De certeza que vai ser um jogo aberto, com duas equipas a procurar a vitória, competitivo. A nossa expectativa passa por ganhar em Alvalade, e o objetivo será o mesmo para os quatro jogos posteriores ao dérbi.

Nélson Veríssimo

"Ter as melhores dinâmicas defensivas para contrariar o pendor ofensivo do Sporting, e valorizar o nosso jogo com bola e chegar a zonas de perigo com qualidade para fazermos golos"

Nélson Veríssimo, treinador do Benfica

Prepara algum plano especial a pensar no ataque do Sporting?

A ideia de jogo está lá, é coletiva, todos os jogadores têm uma importância na ideia de jogo do Rúben Amorim. Na nossa opinião, não temos de nos preocupar em particular com nenhum jogador; temos de nos preocupar, acima de tudo, com as dinâmicas ofensivas e também com as defensivas para aproveitarmos os espaços que entendemos que temos de aproveitar. É um dérbi, as duas equipas vão procurar a vitória, vai ser um jogo aberto e certamente vamos estar à altura do desafio e dar uma resposta muito positiva, a resposta que todos os Benfiquistas esperam que tenhamos.

Considera que este Sporting é mais imprevisível de "preparar" do que foi para os jogos no Campeonato ou na Taça da Liga? Porque, agora, tem Edwards, Slimani, pode jogar Ugarte ou Palhinha, não há Matheus Reis...

A ideia de jogo está lá, bem vincada, a atacar ou a defender. Claro que em função das opções individuais, pode alterar-se uma ou outra dinâmica. A ideia está lá, não mudou muito. Comparativamente ao jogo da Taça da Liga, eles não tiveram o Coates, nós não tivemos o Otamendi e o Darwin, todos porque estavam nas seleções. Entretanto, o Sporting fez contratações, como o Slimani, que pode dar variabilidades no posicionamento ofensivo. Cabe-nos ter as melhores dinâmicas defensivas para contrariar o pendor ofensivo do Sporting, e valorizar o nosso jogo com bola e chegar a zonas de perigo com qualidade para fazermos os nossos golos.

Nélson Veríssimo

Uma vitória neste jogo pode aligeirar uma época complicada para uma equipa como a do Benfica, que é sempre candidata a vencer?

Não. O objetivo principal para esta época era a conquista do título. A partir do momento em que isso não acontece, é uma época falhada. Na minha opinião, todos os Benfiquistas devem orgulhar-se do trajeto que a equipa teve na Liga dos Campeões, mas ainda é cedo para fazer balanços, o nosso objetivo passa por ganhar os últimos cinco jogos da Liga e fazer 15 pontos.

Encara este jogo como uma final, porque, factualmente, se perder, o Benfica fica afastado dos dois primeiros lugares e do acesso direto para a Liga dos Campeões?

E se ganharmos? Temos consciência da diferença do 3.º para o 2.º lugar, sabemos o que implica uma "não vitória" ou uma vitória, mas a nossa mentalidade é chegar a Alvalade e lutar pela vitória.

Essenciais para o Dérbi.

Texto: João Sanches e Marco Rebelo
Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 30 de junho de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar