Futebol

22 abril 2022, 15h20

Festejos da equipa do Benfica

RESUMO DO JOGO

Youth League
Meias-finais
RESULTADO APÓS GP
INT 0-2
Juventus 2 (3)
Benfica 2 (4)
Marcadores
Chibozo 51'
Turricchia 73' 
Martim Neto 3'
Luís Semedo 10' 

Em Colovray, na Suíça, com as bancadas do campo do Centro Desportivo pintadas de vermelho e branco, o Benfica suplantou a Juventus e apurou-se pela quarta vez para a final da UEFA Youth League, onde na segunda-feira, 25 de abril (17h00), enfrentará o Salzburgo (venceu o Atlético Madrid por 0-5 na outra meia-final). Os encarnados entraram fortes, chegaram ao 0-2, mas depois, em inferioridade numérica devido a uma controversa expulsão de Samuel Soares, consentiram o 2-2. Nos penáltis, brilharam os batedores e, na baliza, André Gomes (3-4).

Com linhas esticadas no terreno de jogo, exercendo movimentos de pressão sobre as primeiras zonas de construção da Juventus, o Benfica lançou-se para o golo inaugural no desafio e para os festejos efusivos dos adeptos em Nyon! Diego Moreira, Cher Ndour e Martim Neto configuraram uma cortina junto à área do conjunto italiano aos 3', com Ndour a conseguir ficar senhor da bola para depois servir Martim Neto, que, na área, enquadrou um remate de pé direito, indefensável, anotando o 0-1.

Youth League: Juventus-Benfica

Equipa mais dinâmica e incisiva nos minutos iniciais do encontro, o Benfica, impulsionado pelos adeptos, costurou o 0-2 ao minuto 10. Pela esquerda, Rafael Rodrigues ficou com a bola na sua posse, desembaraçou-se de dois antagonistas e fez um passe rasteiro para dentro da área. Estava lá Luís Semedo para receber o esférico, armando em seguida um disparo fulminante de pé direito que agitou pela segunda vez as malhas da baliza do adversário de Turim.

Youth League: Juventus-Benfica

Em alta, o coletivo encarnado podia ter marcado o 0-3 aos 22'. O esquerdino Diego Moreira, em contra-ataque, arrancou na direção da grande área contrária, iludiu um adversário e, já a pisar a área, optou por uma finalização de pé direito, fazendo a bola sobrevoar o alvo.

Perante a solidez benfiquista, a Juventus tinha dificuldades em criar espaços para levar perigo à baliza encarnada, mas aos 27' Chibozo descobriu uma nesga, rematou e acertou na barra.

Ao minuto 35 ocorreu um revés para o Benfica. Samuel Soares saiu da grande área para tentar chegar à bola primeiro do que Mulazzi, saltou, intercetou o esférico, mas também tocou no jogador adversário. Numa decisão marcada pelo excesso de rigor, o árbitro neerlandês Allard Lindhout mostrou cartão vermelho direto ao jovem guarda-redes. Do banco saiu então André Gomes para recompor o coletivo do Glorioso (em inferioridade numérica), e o avançado Luís Semedo foi o sacrificado na substituição. Mesmo com menos uma unidade, as águias mantiveram-se solidárias e consistentes no seu processo.

Adeptos do Benfica

No segundo tempo do jogo houve forte reação e tudo por tudo da Juventus pela mudança do resultado. Chibozo, aos 51', num remate à entrada da área, reduziu para 1-2. Mais conservador nesta fase, sustendo e controlando o ímpeto da equipa italiana, o Benfica não autorizou oportunidades de golo. Porém, em nova bola que pingou perto da área de rigor, a Juve foi feliz, com Turricchia a rematar e a empatar a partida (2-2) aos 73'.

Com o coletivo refrescado pelas substituições, os encarnados voltaram a estar perto da baliza italiana e foi por muito pouco que Ricardo Marques não marcou o 2-3 aos 85'.

O tempo regulamentar esgotou-se com o resultado igualado e o vencedor do encontro foi decidido através do desempate por pontapés de penálti. Tomás Araújo, António Silva, Martim Neto e Hugo Félix converteram pelo Benfica (Nuno Félix acertou no poste), e o guarda-redes André Gomes defendeu os remates de Turco e Soulè, garantindo-se assim a qualificação das águias pela quarta vez para a final da UEFA Youth League, para gáudio dos Benfiquistas!

Luis Castro

DECLARAÇÕES À BTV

Luís Castro (treinador do Benfica): "Tínhamos a estratégia bem montada, sabíamos o que queríamos. Os nossos jogadores foram muito inteligentes, com este nível são muito fáceis de treinar, porque percebem o que é o plano de jogo. Fomos muito superiores 11 contra 11, fizemos dois golos e tivemos outra grande oportunidade pelo Diego Moreira. O jogo mudou quando ficámos com 10, a Juventus é uma equipa forte, gastou muitos milhões de euros nesta equipa, mas os nossos mostraram que temos um nível fantástico na formação. Com 10, penso que foi mais qualidade defensiva do que sofrimento, porque eles nunca tiveram grandes oportunidades na área. Fizeram dois bons golos de fora da área, pela qualidade individual. Agradecemos aos Benfiquistas, foi importante eles estarem aqui e puxarem por nós quando a equipa sofreu, porque dão um extra aos jogadores. Tenho a certeza de que estarão muitos na final, espero que sejam o 12.º jogador e nos ajudem a vencer."

André Gomes

André Gomes (guarda-redes do Benfica): "Foi um jogo em que começámos bem, 11 para 11 superiorizámo-nos ao adversário, marcamos dois golos em 10 minutos. Infelizmente, a partir do lance da expulsão do Samu a equipa teve de mudar e começar a sofrer. Na segunda parte tentámos fazer mossa saindo em transições. Acabámos por levar o jogo para penáltis, preparámo-nos para essa possibilidade e a nossa capacidade saiu por cima. Vamos à final com tudo, para vencer e para dar a primeira Youth League ao Clube. Queremos que os nossos adeptos estejam cá na segunda-feira para nos dar mais força."

Youth League: Juventus-Benfica

Juventus-Benfica
2-2 (3-4 nas GP)
Centro Desportivo de Colovray (Nyon)
Onze do Benfica
Samuel Soares [expulso aos 35'], João Tomé, Tomás Araújo, António Silva, Rafael Rodrigues, Jevsenak (Nuno Félix, 84'), Martim Neto, Cher Ndour (Hugo Félix, 90'), Pedro Santos (Ricardo Marques, 84'), Diego Moreira (João Resende, 90') e Luís Semedo (André Gomes, 37')
Suplentes
André Gomes (37'), Martim Ferreira, Nuno Félix (84'), Hugo Félix (90'), Ricardo Marques (84'), Franculino Djú e João Resende (90')
Onze da Juventus
Senko, Savona (Turco, 46'), De Winter, Muharemovic (Hasa, 66'), Turricchia (Rouhi, 88'), Mulazzi, Bonetti (Cerri, 85'), Miretti, Iling-Junior, Chibozo e Soulè
Suplentes
Scaglia, Nzouango, Hasa (66'), Cerri (85'), Rouhi (88'), Turco (46') e Sekularac
Ao intervalo 0-2
Golos
Benfica: Martim Neto (3'), Luís Semedo (10'); Juventus: Chibozo (51'), Turricchia (73')
Desempate por penáltis
Tomás Araújo (0-1), Iling-Junior (1-1), António Silva (1-2), Miretti (2-2), Nuno Félix (falhou), Turco (falhou), Martim Neto (2-3), Hasa (3-3), Hugo Félix (3-4), Soulè (falhou)

Texto: João Sanches
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 17 de novembro de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar