Futebol

10 maio 2022, 12h58

Diogo Nascimento foi titular no meio-campo do Benfica

RESUMO DO JOGO

Num jogo de Sub-23 muito equilibrado e disputado até ao último minuto, o Benfica perdeu por 3-1 frente ao Estoril no Estádio António Coimbra da Mota, na 1.ª mão das meias-finais da Taça Revelação. O encontro da 2.ª mão, que define o apuramento para a final, realiza-se no Benfica Campus dentro de uma semana, no dia 17 de maio.

Superiorizando-se à formação da casa na fase inicial do duelo, o coletivo benfiquista ficou a um palmo de inaugurar o marcador ao minuto 20, quando o esquerdino Adrian Bajrami, na conversão de um livre direto, cortou a bola por cima da barreira e acertou no poste direito!

De uma decisão errada do guarda-redes estorilista na saída de bola resultou clara oportunidade de golo para o Benfica aos 25'. Em posição privilegiada, Henrique Pereira rematou ao lado do alvo. O jovem atacante das águias redimiu-se ao minuto 35, quando, sobre a esquerda, foi protagonista de uma arrancada poderosa que o levou a passar por dois adversários, a fintar um terceiro e, já na área, a atirar de pé direito, colocado, para o fundo das redes (0-1).

O Estoril respondeu no tempo que faltava para intervalo, acercou-se da baliza encarnada e conseguiu a igualdade (1-1) aos 44' por intermédio de Tiago Manso.

O nivelamento de forças continuou a ser notório na segunda parte do desafio, mas os canarinhos revelaram-se mais certeiros nos momentos de finalização. Diogo Batista (74') e Afonso Valente (83'), com duas execuções de qualidade, anotaram os golos que estabeleceram o 3-1 final.

Estoril-Benfica
3-1
Estádio António Coimbra da Mota
Onze do Benfica
Léo Kokubo, Martim Ferreira, Kalaica, Adrian Bajrami, Francisco Domingues, Zan Jevsenak, Diogo Nascimento, Gerson Sousa, David Barrero, Henrique Pereira e Luís Semedo
Suplentes
Ricardo Ribeiro, Gabriel Araújo, Renato Matos, Luís Montenegro, Diogo Prioste, Rodrigo Matos, Mauro Ribeiro e Franculino Djú
Onze do Estoril
Jota Oliveira, Volnei Feites, Afonso Valente, João Marques, Tiago Manso, Pablo Freitas, Pedro Venaque, Diogo Batista, Duarte Carvalho, Serginho e Gilson Benchimol
Suplentes
Diogo Dias, Goldeson Marques, Franco Vega, Tiago Parente, Tiago Santos, Pedro Guerra, Rodrigo Ramos, João Dias, Johan Mina, Miguel Veríssimo, Rúben Pina e Gonçalo Gomes
Ao intervalo 1-1
Golos
Benfica: Henrique Pereira (35'); Estoril: Tiago Manso (44'), Diogo Batista (74'), Afonso Valente (83')

Texto: Redação
Fotos: Victoria Ribeiro / SL Benfica
Última atualização: 20 de maio de 2022

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar