21 de maio de 2020, 17h59

🎥 "Benfica foi o meu primeiro tudo"

Futebol

São 90 minutos de entrega e paixão, tal como dentro das quatro linhas, com a ligação e o amor ao Benfica a triunfarem... Eis David Luiz, numa entrevista exclusiva à BTV!

ENTREVISTA COMPLETA

Não há como perder este momento! O central David Luiz foi o grande destaque da emissão especial desta quinta-feira da BTV, numa extensa entrevista que pode (re)ver, sempre que quiser, aqui! E vale tanto a pena, com imensas revelações...

São 90 minutos de entrega e paixão, tal como dentro das quatro linhas, com a ligação e o amor ao Clube a triunfarem. "Sou um privilegiado por Deus por tudo o que vivi na minha carreira. Nunca escondi o meu amor pelo Benfica. Foi o meu primeiro tudo, tudo... Sinto uma enorme gratidão. Aprendi a História do Benfica com o Benfica", revela o ex-23 das águias. Havia melhor maneira de começar? Então imagine o resto...

David Luiz

Natural de Diadema (Brasil), David Luiz Moreira Marinho, o agora central de 33 anos (22-04-1987), começou a dar os primeiros passos no futebol no São Paulo, seguindo-se o Vitória da Bahia, sempre nos escalões da formação.

A vontade era grande, o sonho comandava a vida e muito cedo o futebolista começou a mostrar talento! A primeira grande aventura europeia não tardaria... de nome Sport Lisboa e Benfica! O jovem de 18 anos ingressou nas águias em 2006/07, com Fernando Santos a ser o seu treinador de então, realizando na época de estreia 14 jogos.

"Eu era muito miúdo... Tinha um contrato simbólico e vinha para suprir a saída do Ricardo Rocha, vinha à experiência. E depois aconteceu e foi tudo tão real. Para mim tudo era festa", explica à BTV, recordando os primeiros meses na Luz.

David Luiz

E não há como esquecer aquela noite em Paris... A 8 de março de 2007, o Benfica disputava a 1.ª mão dos oitavos de final da Taça UEFA. Frente ao PSG, as águias perderam por 2-1, com golos de Pauleta, Pierre-Alain Frau, e Simão Sabrosa a marcar para os encarnados. E a estreia aconteceu! David Luiz estava no banco e entrou aos 33 minutos para o lugar de Luisão (lesionado).

"Estava sentado no banco, em Paris, naquela inocência e imaturidade de um menino a viver um sonho... O Luisão ressentiu-se da lesão e o Fernando Santos gritou 'vai miúdo, vai sem medo!'... Foi incrível", recorda o central, que nessa noite também se lesionou e acabou por ter de dormir na Cidade Luz. Lembra-se? Ele conta tudo... e é mesmo incrível!

A caminhada iniciou-se, e não foi fácil... com altos e baixos, alegrias e lágrimas, mas quando se quer muito...

"Em outro clube não teria a família que tive no Benfica. Fiquei quase um ano parado e comecei a viver e a entender o Benfica", disse, pleno de gratidão, referindo-se especificamente a duas lesões graves consecutivas e o 'não' ao FC Porto... "É que não se cospe no prato onde se come", atira.

Na temporada seguinte (2007/08) foram mais 13 desafios e, já em 2008/09, com Quique Flores no comando técnico, David Luiz começou a afirmar-se na defesa encarnada. Três golos em 27 jogos e a conquista do primeiro troféu: a Taça da Liga.

David Luiz

Mas o título que tanto desejava chegaria em 2009/10, na altura com Jorge Jesus a orientar a formação encarnada. Foram 49 desafios e mais três golos somados, com a época a fechar com a conquista do Campeonato Nacional e de mais uma Taça da Liga.

Na época 2010/11 realizou 28 partidas de águia ao peito, viajando para novos ares em janeiro de 2011... Inglaterra chamou pelo talentoso central e o Chelsea foi o destino. Volvidas quatro temporadas David Luiz rumou até ao PSG, regressando ao Chelsea em 2016/17.

Atualmente é um dos nomes sonantes do Arsenal, e os títulos e números colecionados na carreira pelo central não deixam dúvidas da qualidade e talento! Uma verdadeira história de superação e coragem deste internacional brasileiro!

E sabe o motivo? Vem de dentro, de berço: "Aprendi com os meus pais que nascemos para os outros! Para servir."

David Luiz

De águia ao peito, David Luiz totalizou 131 jogos e 6 golos apontados, tendo conquistado um Campeonato Nacional e três Taças da Liga.

Mas mais, muito mais do que os números há toda uma relação de cumplicidade e paixão, com o baiano a assumir o seu amor pelo Clube. Há amores assim... únicos, inesquecíveis e de alma!

"Sempre disse que gostava de encerrar a minha carreira no Benfica. No futebol tudo muda, o que hoje é verdade amanhã é mentira, mas o meu sentimento não! Eu amo o Benfica. O meu sonho é voltar a pisar o relvado do Estádio da Luz com o Manto Sagrado vestido. Por tudo o que vivi e senti, pelo que o Benfica é na minha vida e na minha história, por tudo, o Benfica é maior que qualquer jogador", vinca de forma emocionada.

Palavras especiais para a Família Benfiquista, para as suas gentes apaixonadas e para um homem que "fez a diferença"...

"Tenho muito respeito por Luís Filipe Vieira. Ensinou-me muito em toda esta caminhada. O que faz a diferença é a parte humana, e o Presidente sempre humanizou o Clube e sempre fez parte. Sempre me tratou como um filho. Isso faz a diferença. Quando saí, no último dia de mercado, ele dizia-me que 'mais que perder o jogador, não queria perder o homem', e é isso que marca", revela.

São 90 minutos de pura Mística, 90 minutos que vale a pena ver e rever, 90 minutos de alma cheia e com muitas, muitas revelações!

Fotos: SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar