9 de julho de 2020, 15h48

Benfiquistas dominam "Vertigens do Tartan"

Atletismo

Prova organizada pela FPA realizou-se na quarta-feira no Estádio Universitário (Lisboa) e em Lousada.

Com o cunho organizativo da Federação Portuguesa de Atletismo (FPA), disputou-se, na quarta-feira, em Lisboa e em Lousada, o "Vertigens do Tartan", competição dirigida aos velocistas, com o Benfica em grande destaque.

No regresso do Atletismo às competições houve muitas vitórias, evolução e até um novo recorde pessoal.

Esta prova, desafio de velocidade, está incluída nos Desafios de Verão promovidos pela FPA, com o apoio das Associações de Atletismo de Lisboa e Porto, com as provas a decorrerem nas pistas do Estádio Universitário (Lisboa) e de Lousada.

João Coelho venceu os 300 metros em 33,55 segundos, marca que é recorde pessoal e a sexta melhor de sempre a nível nacional. Em femininos, triunfo para Tamiris de Lis.

Diogo Antunes

"Demonstração de que a modalidade está viva"

Gonçalo Moreno, André Prazeres e Diogo Antunes [na foto] venceram as respetivas séries nos 100 metros. No feminino, Catarina Lourenço também foi a primeira a cortar a meta.

"Esta foi a minha primeira prova, e para muitos outros atletas do Benfica também foi a primeira competição onde todos pudemos estar reunidos, cumprindo todas as normas da DGS. Foi um pouco diferente do que estamos habituados, as pistas de distância para com os outros atletas, a utilização de máscara, o distanciamento… Foi diferente, mas ótimo para mostrarmos que a nossa modalidade está viva. Treinámos durante estes meses da quarentena, em casa, em ginásios fechados, e esta foi uma boa demonstração que a nossa modalidade está aqui e está viva", explicou Diogo Antunes à BTV, reforçando a "prestação muito positiva para todos os atletas do Benfica que estiveram a competir".

Fatumata Balde e João Vítor Oliveira venceram os 110 metros barreiras e Lucirio Garrido venceu a mesma especialidade, mas nos 400 metros.

Em Lousada, destaque para Frederico Curvelo (SL Benfica), vencedor dos 100 metros (10,75 segundos) e 300 metros (34,15 segundos).

IDEIA GENIAL PARA LANÇAR A MODALIDADE

Fernando Pereira

"Extremamente motivante e prometedor para o regresso"

No final da prova em Lisboa, Fernando Pereira [na foto], treinador das águias, fez um balanço muito positivo, vincando a importância do regresso das competições.

"Esta prova veio num momento crucial para a modalidade, dado que depois do confinamento, um momento em que tivemos de estar em casa e praticamente impedidos de treinar, esta ideia, para lançar a modalidade, foi genial", disse aos microfones da BTV.

"Cumprindo com as normas de segurança da DGS, nada melhor do que provas deste género, pois os desafios colocados aos atletas, quer em provas de velocidade, quer em provas de saltos, têm sido extremamente motivantes para o regresso e prometedores para as competições que aí vêm a nível de clubes e também nos campeonatos nacionais individuais. Faço um balanço extremamente positivo", concluiu o técnico.

Texto: Sónia Antunes

Fotos: Isabel Cutileiro / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar