6 de janeiro de 2018, 19h35

Nélson Veríssimo e Pedro Amaral analisaram desempenho do Benfica B no clássico

Futebol

Treinador adjunto e lateral-esquerdo destacaram a atitude da equipa, que, mesmo em inferioridade numérica, nunca se rendeu e até teve um penálti... falhado.

O comentário analítico à derrota do Benfica B em casa do FC Porto B foi feito, no que à equipa técnica diz respeito, pelo treinador adjunto Nélson Veríssimo, visto que Hélder Cristóvão foi expulso por ter reclamado da decisão de Luís Godinho no penálti que haveria de originar o terceiro golo dos dragões.

"Vamos focar-nos na nossa segunda parte: depois de um primeiro tempo que não correu como estávamos à espera, após o intervalo, em face das alterações feitas, tivemos mais bola e chegámos com mais critério ao último terço. Tivemos uma situação que nos poderia recolocar no jogo, mas não concretizámos o penálti. E depois houve outro penálti, mas contra nós. Para mim, o árbitro ajuizou mal. Os números finais [3-1] parecem-me exagerados, mas fica a segunda parte que fizemos", disse Veríssimo.

O lateral-esquerdo Pedro Amaral também fez uma avaliação ao desempenho do coletivo e realçou "a atitude que a equipa teve com menos um jogador" a partir da meia hora do clássico.

"Nunca demos o jogo como perdido, fomos à luta, é uma das coisas que nos caracterizam. Este jogo foi negativo, temos de admitir, mas temos feito coisas muito boas e vamos já pensar no próximo desafio", afirmou o jovem defesa do Benfica B.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar