5 de fevereiro de 2018, 13h56

25 passes em 57 segundos: 5.º golo do Benfica ao Rio Ave é um hino ao futebol coletivo

Futebol

Frente ao Rio Ave, o Benfica fechou a goleada com uma jogada de envolvimento em que a bola passou por todos os jogadores de campo da equipa antes de chegar a Raúl.

Rui Vitória considerou soberba a exibição do Benfica na segunda parte com o Rio Ave (5-1). Na primeira linha dessa análise está a forte reentrada da equipa em jogo e os cinco golos obtidos, mas houve pormenores à flor da relva de autêntico compêndio de jogar futebol.

Um deles é a construção da jogada que termina no quinto golo do Benfica na partida. O Site Oficial faz um zoom sobre o lance: são 57 segundos de talento e pura qualidade individual e coletiva. A jogada começa em Rúben Dias e termina em Raúl, passando pelos pés de todos os 10 jogadores de campo da equipa (só o guarda-redes Bruno Varela não tocou no esférico).

No total, contabilizam-se 25 passes e 56 toques na bola, que passou pelos flancos, pelas zonas mais recuadas do terreno e pelo corredor central até chegar a Rafa na asa direita. O camisola 27 já tocara na bola durante a construção da jogada. No corredor lateral, com espaço, o internacional português foi para cima do adversário direto, ganhou a linha de fundo e cruzou rasteiro para o toque certeiro de Raúl.

A jogada de envolvimento coletivo ganha ainda maior expressão se recordarmos as palavras de Rui Vitória na antevisão do jogo com os vila-condenses: "O Rio Ave é um adversário de qualidade, que tem feito um campeonato bom", elogiou o técnico.

O Benfica fechava, assim, com chave de ouro uma segunda parte empolgante, com cinco golos marcados no Estádio da Luz.

Texto: Marco Rebelo

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar