10 de fevereiro de 2018, 18h32

José Ricardo: “Valeu o discernimento final”

Basquetebol

Treinador do Benfica não se mostrou surpreendido com o equilíbrio do jogo da meia-final da Taça Hugo dos Santos.

O Benfica qualificou-se para a final da Taça Hugo dos Santos de Basquetebol, ao vencer o Vitória de Guimarães (81-75) numa meia-final marcada por um “equilíbrio” que não surpreendeu José Ricardo.

"Tenho dito sistematicamente que a Liga está mais competitiva, há equipas que podem perfeitamente discutir jogos e competições com Benfica e FC Porto, os clientes habituais das finais. Não surpreende o equilíbrio e a dificuldade que tivemos para vencer o Vitória”, disse o técnico encarnado em declarações à BTV.

"É um facto que fomos inconsistentes. Tivemos muitos minutos no início desse quarto período em que podíamos ter avançado para uma vantagem na dezena de pontos. Permitimos que o Vitória reentrasse no jogo e nos assustasse de sobremaneira. Não fosse essa inconsistência, por mérito do Vitória, e o resultado podia ir para uma margem mais confortável. Valeu o discernimento final e a capacidade defensiva nas últimas posses de bola”, analisou José Ricardo.

Uma dificuldade partilhada pelo base/extremo Nuno Oliveira, que enalteceu o trabalho dos encarnados nos instantes finais do encontro.  

"Começámos melhor, mas acabou por ser um jogo muito equilibrado. Nas bolas finais a nossa defesa fez um grande trabalho, decisivo nesta vitória", explicou.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Arquivo / SL Benfica 

PATROCINADORES MODALIDADES


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar