11 de fevereiro de 2018, 19h25

Hélder Cristóvão: “Satisfeito com a forma como reagimos”

Futebol

Treinador analisou a derrota em casa com o Académico de Viseu.

No final do jogo frente ao Académico de Viseu (5-1), o treinador Hélder Cristóvão e o capitão Francisco Ferreira assumiram que faltou aos encarnados uma entrada forte.

“Creio que a entrada foi má, ao contrário daquilo que tínhamos pedido. O que tínhamos projetado para este jogo era uma entrada forte e sabíamos que uma mudança técnica no Académico iria trazer fatores anímicos que se vieram a comprovar depois”, começou por dizer o treinador da equipa B do Benfica, em declarações à BTV.

Embora a equipa encarnada não tenha levado a melhor sobre o Académico de Viseu, Hélder Cristóvão confessa que está satisfeito pela forma como o Benfica B reagiu.

“Até ao 4-1 nós estivemos sempre dentro do jogo, com a possibilidade de inverter a situação. Fomos dando ferramentas aos jogadores, fomos criando situações diferentes, mas sabíamos que, se não marcássemos, o desgaste iria aparecer e foi o que aconteceu”, analisou.

“O golo veio tarde, nessa altura já tínhamos criado duas/três situações, mas o futebol é isto mesmo. Deixa-me satisfeito a forma como reagimos, a forma como nos instalámos no meio campo contrário, sabendo que pela frente tínhamos uma equipa muito experiente. Um adversário que jogou com o relógio, jogou com o árbitro, jogou com tudo e conseguiu e há que dar os parabéns”, concluiu.

“Aprendermos o que conta no futebol é a eficácia”

Francisco Ferreira falou numa “derrota pesada”, mas garantiu que é com os erros que se aprende.

“É uma derrota pesada para o jogo que fizemos e para as oportunidades que conseguimos criar, mas também serve para nós aprendermos que o que conta no futebol é a eficácia, é fazer golos. Eles conseguiram fazer nas oportunidades que tiveram, nós não, mas faz parte e vamos continuar a trabalhar”, confessou o capitão.

Apesar da derrota, Ferro afirma que a equipa consegue tirar ilações positivas do jogo.

“É verdade que tivemos uma entrada menos positiva, mas é como eu digo, depois disso demos a volta, conseguimos criar muitas oportunidades, até para empatar o jogo, mas não se proporcionou. Penso que conseguimos tirar coisas positivas do jogo e é nisso que temos de nos centrar”, disse.

Texto: Márcia Dores

Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica 

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar