13 de fevereiro de 2018, 15h51

Bruno Coelho: "Trago boas vibrações que vão contagiar todos"

Futsal

O capitão da equipa de futsal do Benfica foi crucial no primeiro Campeonato da Europa conquistado por Portugal na modalidade. À BTV, contou todas as emoções vividas na Eslovénia e no regresso a casa.

Portugal sagrou-se campeão da Europa de Futsal após vencer a Espanha, já no prolongamento, por 3-2, no passado dia 10 de fevereiro. O capitão do Benfica, Bruno Coelho, foi crucial na partida: forçou a bola para o 1-0 (de Ricardinho), marcou o 2-2 que levou o jogo para prolongamento e depois apontou o golo da vitória.

"Eu ainda estou um bocado nervoso, a medalha ainda não saiu do meu pescoço. Tomou banho comigo também [risos]. Estou muito feliz. Vou continuar assim pelo menos nos próximos quatro anos, porque somos campeões da Europa!", disse Bruno Coelho, em entrevista à BTV, ele que teve a companhia de mais três jogadores do Benfica na conquista nacional: André Coelho, Tiago Brito e Fábio Cecílio.

Bruno Coelho e Portugal Campeões da Europa

O capitão encarnado dá voz à imensa satisfação que o invade e dedica este troféu a todos os amigos, familiares e em especial ao padrinho do seu filho.

"Quem me conhece sabe o que significa para mim poder ganhar este título, este troféu, não só para mim, mas para a minha família, para os meus amigos e em especial para o padrinho do meu filho, que não conseguiu estar presente para me apoiar fisicamente, mas esteve psicologicamente, que eu sei", partilhou o futsalista.

"Estamos muito felizes, muito contentes. Entrámos na história de Portugal, na história do futsal português. Esperamos continuar a dar alegrias aos portugueses", acrescentou o benfiquista.

O camisola n.º 7 admite estar orgulho dos seus companheiros de equipa e garante que Portugal ia com um só objetivo: trazer o ouro para casa.

"Numa das conferências que tivemos disse, com toda a confiança, que conhecia as pessoas com quem trabalhava, sabia o que eles queriam, sabia qual era o objetivo e a cor da medalha que queríamos trazer - era o ouro!", lembrou Bruno Coelho.

Bruno Coelho e Portugal Campeões da Europa

Quanto aos golos que marcou com a camisola das Quinas, o capitão do Benfica assume que foi bom poder ajudar a equipa, mas realça o trabalho de todo o grupo.

"Também estou muito feliz por, individualmente, conseguir fazer esses golos, por poder ajudar também a nossa Seleção a ganhar os jogos com os meus golos, mas eu quero realçar toda a equipa, a família, aquilo que se criou e já em Rio Maior, porque se queremos alguma coisa temos de estar todos juntos e de mãos dadas", referiu.

A festa continuou quando os Campeões Europeus chegaram a Portugal, onde foram recebidos pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

"Agradecemos ao Presidente da República por nos ter recebido e a oportunidade que nos deu de o conhecer. Significa que fizemos um bom trabalho, dignificámos o nome de Portugal. Eu disse a alguém que somos pequeninos, mas temos uma alma muito grande e queremos continuar assim, porque só assim é que crescemos", salientou Bruno Coelho.

Europeu de Futsal

No regresso ao Benfica, o capitão garante que chega motivadíssimo e cheio de vontade de continuar o bom trabalho.

"Trago boas vibrações que vão contagiar todos, de certeza absoluta. Quem me conhece sabe como eu sou, sabe como eu vivo estes momentos e este deporto. É isso que eu quero transmitir e que consigam seguir o meu exemplo: não desistir de nada, continuar a competir, a conquistar títulos, a conquistar as pessoas para nos apoiarem ainda mais", destacou.

"No sábado temos já um jogo para a Taça de Portugal. Já é diferente, é outra competição, já estamos nos nossos clubes, é o Benfica que representamos e temos de o fazer da melhor maneira", alertou.

Texto: Márcia Dores

Fotos: FPF e UEFA

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar