17 de fevereiro de 2018, 16h21

Hélder Cristóvão: “Ninguém olha para a classificação”

Futebol

O Benfica B desloca-se ao terreno do Real SC (domingo, às 11h15), último classificado de uma II Liga onde, garante o treinador encarnado, “não há favoritos”.

O Real SC é o próximo adversário da equipa B do Sport Lisboa e Benfica. A formação de Massamá está neste momento numa situação complicada, ocupando o último lugar da tabela classificativa e já a 10 pontos do último posto que garante a manutenção na II Liga (Ledman LigaPro).

“Esperamos 90 minutos complicados, na II Liga não há favoritos, ninguém olha para a classificação. Isso seria um erro. Queremos apenas e só aproveitar o que o jogo nos vai dar”, alertou Hélder Cristóvão, em declarações à BTV.

Na última ronda, a formação orientada por Alexandre Santos perdeu por 1-0 com o Arouca, o que significou a terceira derrota consecutiva e a 15.ª da temporada. Curiosamente é em Massamá que mora o melhor marcador da Ledman LigaPro. Isto porque Vinícius leva já 14 golos apontados e soma nesta altura mais dois do que o avançado encarnado Heriberto.

“É uma equipa que precisa de pontos, como todos nós precisamos na II Liga, mas o Real mais porque está abaixo na tabela. É uma equipa que, mesmo estando em último lugar, consegue ter o melhor marcador da II Liga, com 14 golos, destacado. É uma equipa que se vem reforçando, os processos estão cada vez mais próximos daquilo que o Alexandre [Santos] quer fazer, mas sabemos que a necessidade de pontuar poderá tirar alguma lucidez aos jogadores. Queremos jogar também com esse fator. Sabemos que com o Benfica os fatores motivacionais do adversário estão sempre em alta”, explicou.

Na primeira volta as águias receberam e venceram o Real SC, por 3-0, com dois golos de Heriberto e um de Keaton Parks, e vão agora a procura de novo triunfo.

A equipa está bem, coesa, ciente das dificuldades que vai encontrar. Foi uma semana de preparação normal, para um jogo que sabemos que vai ser difícil. Queremos muito continuar a conquistar pontos fora, a ter a consistência que tivemos no último jogo na Póvoa. Foi muito sobre isso que fomos trabalhando durante esta semana, tendo em conta as diferenças entre um jogo em casa e um jogo fora. Focamo-nos essencialmente naquilo que nós temos de fazer e naquilo que podemos produzir. Isso tem sido o foco interno”, garantiu o treinador das águias.

“Uma coisa da qual nós não abdicamos enquanto grupo é desta união, desta coesão. É um foco fundamental para aquilo que se quer conquistar – e aqui a conquista não passa apenas pela vitória, mas também pelo crescimento dos jogadores, por cimentar dinâmicas – e é um fator que queremos ter sempre presente. Cada jogo tem uma importância única, é isso que eu passo aos jogadores”, finalizou Hélder Cristóvão.

O Real SC-Benfica B está marcado para as 11h15 de domingo, 18 de fevereiro, no Estádio Real Sport Clube.

Texto: Filipa Fernandes Garcia

Fotos: Arquivo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar